Fale com um consultor Fale com consultor
Microcity

Transformação digital: Como trazer a revolução tecnológica para sua empresa

Transformação digital: Como trazer a revolução tecnológica para sua empresa

A transformação digital está modificando a forma como os processos são realizados dentro das empresas. As inovações estão promovendo a maior produtividade das equipes e o desenvolvimento de novos serviços e soluções a partir da tecnologia.

 

Em uma análise atenta sobre o mundo dos negócios, é impossível não chegar a uma constatação: a de que a transformação digital tem alterado profundamente todos os mercados, desde a indústria de base até o setor de serviços.

São várias as novidades que aumentam a agilidade de processos, fornecem informações com mais qualidade, diminuem custos e contribuem para a tomada de decisões. Inteligência Artificial, Internet das Coisas, análise de Big Data e armazenamento em nuvem são apenas algumas possibilidades da tão falada Indústria 4.0.

Mas como uma empresa que ainda não aderiu à transformação digital pode incluir essas novidades de forma efetiva? Veja a seguir como entrar para o time das empresas do futuro. Conheça também como passar por essa revolução.

O que significa transformação digital?

Usadas muitas vezes como sinônimos, as expressões “transformação digital” e “digitalização” têm diferenças fundamentais. Entender essas diferenças é o primeiro passo para compreender em qual nível a sua empresa está no processo e se ela está preparada para alcançar uma plena transformação digital.

A começar, os processos de digitalização são muito mais simples e rotineiros. Em uma loja física, a ficha de clientes que passa a ser feita em uma plataforma de CRM, por exemplo, é um processo digitalizado.

Esse processo pode se tornar mais ágil, menos sujeito a falhas e, consequentemente, mais eficiente. No entanto, ele não transforma a maneira como a empresa entrega seu serviço, nem a experiência do cliente.

A transformação digital acontece mantendo o cliente sempre no centro e o foco das soluções passa a ser a forma como nos relacionamos com o cliente por meio de tecnologias inovadoras. Assim, as soluções tecnológicas são implementadas para melhorar o desempenho e a satisfação do cliente.

Uma empresa que adere à transformação digital muda toda a sua cultura organizacional. A TI deixa de ser apenas um setor que fornece soluções aos outros setores e passa a fazer parte do modelo de negócio, sendo integrada a todas as iniciativas e processos onde possa atuar melhorando a experiência do cliente.

Dessa forma, a pessoa que ocupa o cargo de CIO tem papel fundamental para fomentar essa nova cultura organizacional, na qual a TI é parte intrínseca da inovação. Assim, a tecnologia passa a ser considerada para gerar novas soluções para o cliente, e não apenas fazer a mesma coisa, apenas mais rápido.

Ou seja, ao propor e iniciar um projeto de transformação digital na empresa, é preciso ter em mente o que se quer alcançar e em qual estágio de inserção tecnológica a sua empresa já se encontra. Um bom planejamento é fundamental para que a transformação digital seja feita de forma segura, ampla e integral na empresa.

Qual o impacto da transformação digital?

Imagine a seguinte realidade: acessando seu smartphone nas proximidades da loja física, o cliente é atendido por um robô pelo site da empresa e realiza uma compra. Em questão de minutos, seu produto está disponível para retirada na loja mais próxima e o atendente está a par de todo o processo de compra.

Essa interconectividade de canais de atendimento, chamada de omnichannel, é apenas uma das possibilidades da transformação digital, que já é realidade em empresas de destaque do varejo.

Essa revolução é tão significativa que já marca uma nova era, a da Indústria 4.0. Nesse contexto, o desafio é criar soluções que se apropriem da tecnologia para solucionar problemas – até mesmo aqueles que ainda não existem.

O movimento garantiu não apenas a sobrevivência da Netflix, que já foi um serviço de envios de fitas VHS e DVDs, mas também a colocou no posto de líder mundial como plataforma de streaming. Outras gigantes, como Uber, Airbnb, Mercado Livre e Magazine Luiza também se estabeleceram focadas na inovação a partir de soluções escaláveis.

A Revolução 4.0 no mercado

A mudança começa com a transformação digital, mas acaba tomando dimensões ainda maiores. Isso acontece porque as novidades reverberam na forma como compramos, trabalhamos, estudamos e nos relacionamos. Já pensou, por exemplo, como você se comunicava com familiares e amigos antes dos aplicativos de mensagens?

No entanto, a atenção é mais urgente quando o assunto é mercado de trabalho. O Fórum Econômico Mundial estima, por exemplo, que a tecnologia será responsável pela extinção, até 2025, de 75 milhões de empregos – mas pode criar outros 133 milhões de novos postos de trabalho.

Esses novos postos de trabalho estão relacionados às inovações tecnológicas que estão por vir, gerando a necessidade de novas habilidades. Por isso, é necessário agir desde já para não estar entre a lista dos milhões de trabalhadores que verão, em pouco tempo, suas profissões e negócios desaparecerem.

Já sabe como as tendências de TI podem impactar sua gestão?

Quais as vantagens da transformação digital para sua empresa?

Não são apenas as indústrias de grande porte que podem se apropriar da tecnologia em seus processos internos. A transformação digital pode ser adotada em qualquer ramo, basta uma análise profunda das dores de cada negócio e uma atuação orientada para solucioná-los. Alguns dos benefícios de seguir esse caminho são:

Eficiência em processos

Seja através de softwares ou hardwares, há muitas pessoas dedicadas a trabalhar em busca de soluções para garantir a execução mais rápida e assertiva de atividades diárias. Essa pode ser uma possibilidade de liberar colaboradores de funções repetitivas, para que se dediquem a atividades estratégicas.

Redução de custos

Todos esses investimentos iniciais podem resultar em empresas mais enxutas, capazes de produzir muito mais com menos recursos. O reflexo dessa atitude também será visível nas contas da empresa.

Aumento da produtividade

Quando o assunto é solucionar problemas complexos, poucas máquinas conseguem chegar ao nível de discussão de equipes qualificadas e engajadas. Mas há diversos locais que podem contar com a robotização e automação para aumentar a produtividade de uma empresa.

Como implementar a transformação digital na sua empresa?

Como vimos, a transformação digital vai muito além de simples processos de digitalização de rotinas na empresa. O processo só pode ser efetivo se passa por uma mudança cultural interna, na forma como o negócio é pensado e no foco no cliente.

Uma empresa que adotou a transformação digital como cultura interna tem todos os seus processos unidos por um mesmo fio condutor: otimizar e transformar a experiência do cliente em algo excepcional.

O cliente deve ser o norte para que as soluções tecnológicas da empresa apresentem respostas inovadoras para suas necessidades. Sem esse foco, corremos o risco de apenas automatizar processos errados, o que apenas automatiza problemas, não os soluciona.

Diversos especialistas defendem que a transformação digital só é efetiva quando conta com o envolvimento de todos os profissionais. Não basta que novas ordens cheguem de cima para baixo, é preciso envolver todos na consolidação dessa nova cultura. Confira a seguir como preparar a equipe para esse importante passo:

Certifique-se de que a liderança está engajada

Uma transformação digital efetiva impacta todas as áreas de um negócio – e não só as equipes de tecnologia. Por isso, é necessário que as lideranças, principalmente CEO, CIO e CMO sejam orientadoras desse movimento.

A direção deve estar comprometida e mostrar esse envolvimento no dia a dia, liderando através do exemplo. Afinal, o engajamento da equipe depende da percepção de que essa nova cultura é de relevância e responsabilidade de todos.

Antes de estabelecer metas, defina propósitos

Pode parecer um detalhe, mas empresas com um propósito claro e reconhecido pelas pessoas têm mais chance de prosperar em cenários desafiadores. Ao definir o que move um negócio, o empregador abre a possibilidade para que equipes unam forças e estejam motivadas em busca de um bem comum.

Incentive a cultura da colaboração e da melhoria contínua

Para inovar, equipes precisam ser orientadas e inquietas na busca por fazer sempre mais e melhor. Por isso, é necessário que a empresa incentive a criação de grupos de trabalho multidisciplinares dedicados a transformar processos e trabalhar para alcançar o sucesso.

Metodologias ágeis, como Scrum, Kanban, SMART e DevOps, já não são exclusivas de equipes de TI e vêm sendo cada vez mais utilizadas por equipes multidisciplinares para os mais diversos projetos nas empresas, adicionando agilidade e eficiência nas rotinas de trabalho.

Aumente o contato da equipe com a tecnologia

Quanto mais conhecermos as inovações disponíveis no mercado, mais ferramentas os colaboradores terão em mãos para pensar em soluções que ataquem problemas específicos. Por isso, é importante incentivar a presença de equipes em feiras, palestras e outros eventos voltados à inovação e tecnologia.

Essas participações não devem ficar restritas aos profissionais de TI. Os “summits”, por exemplo, acontecem nas mais diversas áreas, apresentando as soluções tecnológicas para as equipes que de fato conhecem e convivem com os problemas.

Incentive a capacitação

Há diversos cursos, pós-graduações e treinamentos voltados para a apresentação de novos produtos e metodologias. Ainda que a relação direta com o negócio não esteja clara, é necessário que a empresa crie mecanismos para envolver as equipes em ambientes como esse.

Além do conhecimento que pode ser aplicado no dia a dia, os profissionais têm a oportunidade de realizar networking, que pode resultar em parcerias para a empresa.

Os processos e soluções tecnológicas da sua empresa atendem suas necessidades? A arquitetura de TI responde

Qual é o papel da infraestrutura na transformação digital?

Um erro comum das empresas ao iniciar o processo de transformação digital é dar pouca importância à infraestrutura de TI necessária. No entanto, não é uma tarefa difícil compreender que o aumento no uso da tecnologia demanda uma estrutura de TI mais robusta, capaz de absorver e processar esse crescimento.

Planejar a transformação digital da empresa passa por uma importante etapa de mensuração e adequação da infraestrutura de TI. Afinal, a transformação digital implica um aumento no tráfego de dados das redes internas, assim como na complexidade dos processos digitais da empresa.

Compreender a escala de crescimento considerada no plano de negócios ou no planejamento estratégico da empresa é crucial para que a infraestrutura implementada, além de suportar a carga inicial, possa dar suporte para o crescimento à medida que a base de usuários aumenta.

Assim sendo, a infraestrutura de TI deve ser considerada em seus mais variados elementos, sejam eles:

  • Computadores e notebooks corporativos;
  • Licenças dos softwares utilizados;
  • Servidores;
  • Armazenamento;
  • Segurança da informação;
  • Banco de dados;
  • Backup;
  • Conectividade etc.

O outsourcing de TI vem sendo um grande aliado no processo de transformação digital. A adequação à demanda, flexibilidade e escalabilidade a custos mais razoáveis são algumas das razões pelas quais a terceirização da infraestrutura de TI chama tanto a atenção.

Aliado a isso, sua empresa pode ainda contar com suporte especializado, garantindo a disponibilidade da infraestrutura, enquanto a equipe interna de TI pode se voltar para a inovação e as soluções relacionadas ao core business.

Atente-se à segurança

Não é nenhuma novidade, os dados estão entre os ativos mais importantes de uma empresa atualmente. Sejam informações de terceiros ou confidenciais da empresa, a segurança e a confiabilidade desses dados não devem ser deixadas em segundo plano ao ingressar em uma transformação digital.

Assegurar uma infraestrutura de TI robusta e de acordo com a demanda da empresa é um dos passos para garantir a proteção dos seus dados. Claramente, uma estrutura obsoleta, sobrecarregada ou repleta de “gambiarras” fica mais vulnerável a ataques e falhas do que uma arquitetura de TI bem planejada e voltada para um alto desempenho.

A falha na proteção dos dados operados pela empresa pode gerar uma série de problemas, desde atrasos em entregas e interrupções nas atividades a problemas judiciais e multas astronômicas. Isso porque há uma série de legislações acerca da segurança de dados digitais que deve ser observada, como a LGPD.

Assim, a transformação digital passa por uma máxima da cultura pop: com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades. Os benefícios e vantagens de uma empresa estar alinhada às inovações da indústria 4.0 estão acompanhadas da atribuição de prezar pela compliance em TI.

Contar com um parceiro de TI permite à sua empresa ter as ferramentas necessárias para realizar a transformação digital com todo suporte e segurança. Conheça a nossa solução de PC as a Service e entenda como podemos colaborar para a inovação do seu negócio.

Locação de computadores? Procure o líder nacional em PCaaS

Assine nossa
newsletter

    Ebook
    do mês