Fale com um consultor Fale com consultor
Microcity

TI no setor público: Entenda os benefícios do custeio de equipamentos de TI

TI no setor público: Entenda os benefícios do custeio de equipamentos de TI

O custeio de equipamentos permite a TI no setor no setor público modernizar o parque computacional a um custo mais baixo, fazendo um uso mais eficiente do orçamento. A inserção destes recursos nas entidades possibilita organizar processos, automatizar rotinas e otimizar o serviço prestado.

 

A transformação digital já é um fato no setor privado e vem causando mudanças de mentalidade na gestão há algumas décadas. A inserção da TI no setor público vem evoluindo. Diversos gestores públicos já compreenderam a importância dessa mudança de perspectiva.

O serviço público é, muitas vezes, visto pelo senso comum como moroso, burocrático, lento e ineficiente. Isso não é exclusivo do Brasil. Várias nações observam a diferença na agilidade dos processos públicos e do setor privado.

É claro que o serviço público possui suas particularidades burocráticas que garantem transparência e idoneidade nos processos, mas é possível, com um investimento em TI bem planejado, assegurar um serviço de qualidade, ágil, eficiente e seguro para o cidadão e para o governo.

Esse processo começa internamente, na gestão pública, eliminando a ideia de que a TI serve para “apagar incêndios”, sendo adotada pontualmente, sem integração ou planejamento da infraestrutura como um todo.

Por isso, trouxe pra você uma reflexão sobre os principais benefícios que uma boa infraestrutura de TI pode trazer para órgãos e serviços públicos e como o custeio dessas soluções é a melhor saída para uma gestão mais eficiente.

Qual o papel da TI no setor público?

A tecnologia da informação, onde quer que seja aplicada, tem como objetivo primordial facilitar processos, reduzir os esforços humanos e entregar resultados otimizados. Assim, a aplicação das soluções de TI no setor público tem um potencial enorme.

A automação de processos e a digitalização da gestão pública promovem economia, agilidade no atendimento ao cidadão e integração de diferentes setores. Isso, claro, sem falar na segurança da informação.

Todo órgão público lida com uma quantidade enorme de dados pessoais de cidadãos ou confidenciais da própria administração. E o investimento em TI é essencial para garantir soluções de segurança atualizadas e confiáveis.

As soluções mais atuais de tecnologia podem trazer para a gestão pública a automação de processos e rotinas, com novos protocolos de atendimento e a digitalização dos dados. Para o cidadão, mais proteção de seus dados e mais velocidade e eficiência na solução de seus problemas. Para a gestão, agilidade nos processos, mitigação de erros e economia das verbas públicas.

Como a tecnologia pode ser utilizada nos serviços públicos?

A começar pelo fator de transparência, que é fundamental para a gestão pública, a automação de processos desde a concepção e o uso de Big Data, por exemplo, facilitam o accountability. O uso de Big Data pode ainda ser útil para analisar dados de saúde de um estado ou município, por exemplo, ou mapear o cenário de transporte público.

Soluções digitais como e-ID, o uso de omnichannel ou de bots para o atendimento ao cidadão já vem sendo utilizados por diferentes entidades do setor público. Essas aplicações mostram resultados na agilidade de atendimento e solução de questões do cidadão e integração de serviços.

No entanto, a TI ainda pode ser melhor aproveitada para processos internos. Existem softwares de gestão disponíveis para as mais diversas demandas da gestão pública, que podem organizar processos, automatizar rotinas, reduzir custos e necessidade de recursos humanos e otimizar o serviço como um todo.

Toda essa melhoria resulta, principalmente, em economia. Um estudo da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (Abep) de 2018 demonstrou que a cada R$1,00 investido em TIC pelos governos estaduais, a economia no ano seguinte é de R$9,79.

Ou seja, o investimento em TI no setor público gera como resultado uma prestação de serviço mais eficiente, condizente com a realidade da vida moderna, menos onerosa e, para a gestão pública, mais simples.

Como o custeio de TI ajuda o setor público a acompanhar a transformação digital?

Uma das grandes questões quando tratamos de investimento em TI pelo setor público é, sem dúvida, a disponibilidade de verbas. Sei que os equipamentos de alto desempenho têm um valor alto que, normalmente, não se enquadra nas prioridades dos gastos públicos.

Por outro lado, softwares de alto desempenho e soluções inovadoras precisam de hardware com capacidade para suportar esses programas e assegurar a proteção dos dados. Por isso, uma das melhores formas de se promover a transformação digital no setor público é tê-la como despesa corrente.

O custeio de equipamentos de TI vem sendo adotado como uma forma eficiente de modernizar o parque computacional de entidades públicas sem pesar no orçamento, geralmente restrito.

Além do acesso a equipamentos mais modernos, correspondendo à tecnologia usada pelo setor privado no momento, a terceirização da infraestrutura de TI proporciona soluções inovadoras para as demandas, suporte especializado, monitoramento e manutenção assegurada.

Órgãos públicos também podem contar com as melhores soluções de PCaaS

Todos esses serviços podem estar incluídos em um só contrato de fornecimento de soluções de TI, sob o formato de custeio, ajudando na redução de custos e no controle orçamentário. A Microcity oferece soluções personalizadas para o setor público, com toda a transparência e integridade necessárias.

A Microcity é uma empresa certificada com o CertiGov. A certificação assegura nossa preocupação enquanto prestadora de serviço em manter e fomentar uma cultura ética de anticorrupção e antissuborno em canais, revendas e parceiros.

Além da CertiGov, que garante transparência e idoneidade nos processos de licitação, a Microcity está preparada para atender todo o território nacional, possui políticas de governança e transparência certificadas e é uma empresa nacional, pioneira em outsourcing de TI.

Gostou do assunto? Conheça mais sobre a solução de PC Gov da Microcity e saiba como podemos ajudar o setor público a entrar de vez na era da transformação digital.

Assine nossa
newsletter

    Eu aceito receber mensagens e comunicações desta empresa
    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade

    Ebook
    do mês

    Por:

    Tiago Miranda Moreira

    Diretor Comercial e Marketing da Microcity

    Soma mais de 16 anos na empresa Microcity, tendo ocupado cargos de gerência na área comercial. Atualmente, Tiago é Diretor Comercial, sendo responsável pela gestão das vendas e parcerias, e de Marketing da empresa Microcity. Ele é formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com especialização em desenvolvimento de dirigentes e Marketing pela Fundação Dom Cabral (FDC).

      Eu aceito receber mensagens e comunicações desta empresa
      Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade