Microcity

TI híbrida: saiba como adotar essa tecnologia com segurança

TI híbrida: saiba como adotar essa tecnologia com segurança

Os profissionais de TI enfrentam como desafio a tarefa de otimizar os serviços através das soluções oferecidas pela nuvem, ao mesmo tempo que devem garantir a integridade dos sistemas críticos, bancos de dados e aplicativos.

Segundo um relatório divulgado em 2016 pela SolarWinds, cerca de 98% dos gestores de TI brasileiros revelam que adotar a nuvem é relevante para que o negócio obtenha sucesso a longo prazo.

Outro dado interessante é que 64% dos entrevistados arriscam dizer que é incerto que a infraestrutura da empresa seja totalmente migrada para a nuvem algum dia.

Por isso, a tendência é que as empresas adotem a nuvem híbrida e mantenham todos os seus dados mais críticos em uma nuvem privada e as outras aplicações em uma nuvem pública.

Os três principais benefícios dessa solução são: flexibilidade, redução de custos e mais opções de serviços devido à escalabilidade. Porém, a partir do relatório, fica claro que 66% dos profissionais estão receosos quanto à segurança no gerenciamento desse serviço.

Para desmitificar a TI híbrida, o texto de hoje vai abordar tudo o que você precisa saber para aderir essa tecnologia com segurança.

 

Por que a TI híbrida é a melhor opção?

É visível que as empresas buscam soluções para a continuidade do negócio. A nuvem deixou de ser algo do futuro e já se apresenta como um dos principais investimentos na área de TI em 2018.

Isso acontece porque esse serviço oferece uma gama de possibilidades e benefícios para as organizações que precisam economizar, aperfeiçoar o processo de trabalho, aumentar a produtividade e oferecer o melhor atendimento ao cliente.

Mas ao pensar que os seus dados críticos poderiam estar vulneráveis quando migrados para a nuvem, muitos dos gestores acabam desistindo da solução. Afinal, uma empresa não existe sem as suas informações.

Com ciberataques cada vez mais imprevisíveis e bem elaborados, resguardar as informações importantes em uma estrutura local aparece como a melhor solução de segurança.

Nesse cenário aparece a TI híbrida, uma infraestrutura moderna e inovadora que permite uma estratégia mista, vinculando armazenamentos locais e externos, de modo que eles conectem entre si.

Com ela você pode iniciar a sua jornada para a transformação digital, já que a tecnologia consegue unificar a entrega de cada serviço, possibilitando que a empresa consiga desfrutar dos benefícios de cada modelo.

Além disso, você tem a flexibilidade de transitar os dados e aplicações entre um ambiente e outro, podendo escolher qual é a melhor estrutura para lidar com determinado tipo de informação.

 

Como garantir a segurança da TI híbrida

Ao mesmo tempo em que a nuvem é capaz de oferecer inúmeros benefícios para a sua empresa, surge o receio de visibilidade, previsibilidade e gerenciamento de dados.

Mas existem algumas alternativas de segurança que podem ser incorporadas nessa solução para tornar a proteção de dados ainda mais eficiente e fazer com que você perca o medo de investir na TI híbrida.

1 – Automação em nuvem

A nuvem é capaz de suportar um grande número de dados e fica a cargo dos profissionais de TI gerenciar a segurança de cada um deles. Mas como já se percebeu, um dos maiores objetivos em investir em tecnologia é conseguir cortar gastos.
Portanto, caso a demanda cresça, não dá para contar com a possibilidade de aumentar o número de funcionários também. Com isso, não seria possível dar a mesma atenção para todos os dados.

Por isso, muitas empresas especializadas no ramo oferecem a opção de automação em nuvem, que consiste em automatizar todas as tarefas que envolvem o processo de gerenciamento da Cloud Computing, inclusive as atividades de segurança.

 

2 – Segurança integrada

Cada modelo de nuvem possui uma peculiaridade, portanto, é difícil integrar uma política universal que vá atender todas elas. Para facilitar esse serviço, o ideal é adotar uma estrutura de segurança que consiga integrar várias funções em processos diários.

Através desse tipo de abordagem, você simplifica o método de segurança e também o processo. Além de minimizar as chances e os impactos ao receber alguma tentativa de ataque ou ameaça.

 

4 – Proteção de dados

Os seus dados podem ficar muito vulneráveis durante a transição pela rede, por isso é preciso pensar em políticas de segurança para assegurar que eles não corram nenhum tipo de risco.

Uma alternativa é utilizar a criptografia, que impede o invasor de conseguir exibir ou até mesmo utilizar as suas informações, caso ele consiga interceptar alguma mensagem.

 

4 – Visibilidade

Com a garantia de espaço da nuvem pública, muitas vezes pode-se perder o controle de todas as aplicações e informações da empresa que são disponibilizadas por lá.

Através dos serviços de nuvem, você consegue ter um monitoramento seguro, tornando mais fácil gerenciar todos os seus dados e softwares, além de entender onde estão os problemas e conseguir solucioná-los de maneira prática e rápida.

É preciso se adaptar às novas tecnologias e trazer inovação para as empresas. Por isso, você deve considerar a TI híbrida como uma alternativa para aproveitar todos os benefícios que a cloud oferece aos seus usuários.

Se você não sabe por onde começar, nós fizemos um e-book para você baixar e compreender como migrar o seu negócio para a nuvem em apenas 5 passos. Faça o download e boa leitura.

Aproveite e siga as nossas páginas do Facebook e LinkedIn para acompanhar todas as novidades do mercado de TI.

Assine nossa
newsletter

Ebook
do mês

Fale com a Microcity
Ou ligue para a Microcity (31) 2125.4200. Para contato comercial,
clique aqui.