Microcity

Sua TI está alinhada com as estratégias do negócio?

Sua TI está alinhada com as estratégias do negócio?

A informação tem papéis fundamentais para uma empresa, tanto na definição quanto na execução de suas estratégias.

Em colaboração, o objetivo dos interessados no negócio é aperfeiçoar na consolidação de dados e ter habilidade para garantir que os planejamentos e suas execuções permaneçam em harmonia com o ambiente.

No momento que as empresas chegam a um nível de precisão necessário para analisar resultados e tomar decisões com mais embasamento, será possível realizar ações de diversas maneiras e formas pelas quais serão capazes de atingir um desempenho bem superior e transformar suas estratégias em conceitos concretos e aplicáveis.

Em linhas gerais da Gestão Empresarial, a informação é capaz de ajudar os gestores na identificação de ameaças e as oportunidades que seus negócios podem aproveitar, deixando uma possível resposta competitiva frente à concorrência no mercado mais eficaz.

A utilização da TI no planejamento do negócio vai além de assessments e KPIs. O caminho mais proveitoso para o sucesso da organização não está apenas relacionado ao hardware e softwares utilizados, mas sim com o alinhamento da TI com o Business Plan, as características da empresa e de sua estrutura organizacional.

David Cearley, vice-presidente da Gartner, identificou os cinco pontos principais que permitem as novas capacidades e modelos comerciais digitais para 2017: sistemas de informação, experiência do cliente, análise e inteligência, a IoT e os ecossistemas comerciais. Cada empresa terá uma mescla desses cinco pontos.

Segundo ele, a melhor estratégia que os CIOs podem adotar a essa altura é parar de se preocupar com a tecnologia e passar a se preocupar com os problemas de negócio que precisam resolver. “Se começarem pelo problema, terão melhores condições de optar por múltiplas tecnologias para gerar valor”, afirma Cearley.

Conhecer, de antemão, os principais sintomas que podem prejudicar as estratégias da empresa é um diferencial para que a organização procure investir em um gerenciamento adequado do TI e garantir o máximo de controle possível sobre todas as suas estratégias.

Confira, a seguir, os cinco principais sintomas de que seu ambiente de TI não está ajudando nas estratégias da empresa:

O setor de TI não está corrigindo as falhas de Hardware/Software

Um dos principais motivos para os colaboradores perderem a sua produtividade dentro de uma empresa são as falhas de software ou hardware. Desde um aplicativo que não foi instalado corretamente, o mau funcionamento de um dispositivo físico ou até mesmo da incompatibilidade de interfaces online podem causar transtornos no dia-a-dia.

Com a ausência de um controle de manutenções, as falhas que inicialmente são pequenas podem causar perda de dados, prejuízos financeiros e consequentemente perda de clientes a longo prazo. Para evitar isso, é necessária uma padronização dos componentes de hardware e sistemas, a delimitação de um ciclo de vida eficiente para os equipamentos físicos e contar com o trabalho conjunto do setor em prol de uma gestão mais eficiente.

O setor de TI não está seguindo a Política de Segurança

A busca incessante por altos padrões de segurança da informação já faz parte das rotinas dos setores de TI de inúmeras empresas, e mesmo assim, muitos gestores ignoram alguns detalhes que podem causar sérios problemas técnicos e estruturais.

Em uma visão de longo prazo, as vulnerabilidades de Segurança da Informação podem causar perca de dados, possibilitar acessos não autorizados dos dados críticos de negócio para pessoas não envolvidas ou, até mesmo, ocorrer roubos de informações. Atualmente, podemos contar com sistemas de criptografia modernos e que podem atuar na proteção dos dados arquivados em servidores na troca da informação entre sistemas.

Porém, todo esse cuidado com a informação precisa estar alinhado com a Política de Segurança da Informação para que tenha efetividade. Os colaboradores precisam saber como agir para não abrir portas para intrusos ou espaço para falhas sem consentimento. Salvar senhas corretamente, realizar backups quando necessário e outras medidas, como não permitir ações indevidas, são pontos extremamente importantes para a eficácia da Segurança da Informação.

Embora os sistemas tecnológicos sejam eficazes, devem conservar certo grau de interação com as pessoas, sendo relativamente, suscetíveis as mudanças feitas por elas, caso contrário bloqueariam até mesmo usuários finais — o que comprometeria o trabalho.

O setor de TI não consegue integralizar as informações corretamente

As diferentes áreas da empresa que utilizam a tecnologia não podem caminhar separadamente: é preciso integrar, saber o que acontece em todas as partes e atuar conjuntamente em prol da estratégia empresarial e solucionar quaisquer problemas.

Mesmo que as áreas tenham processos internos distintos, há a interdependência de informações e dados críticos de negócio. E infelizmente, quando se há mais de um sistema em que possa ser consultado essas mesmas informações e dados, os riscos de divergência se tornam grandes.

As divergências nas mesmas informações quando consultadas em sistemas diferentes são altamente prejudiciais para as estratégias de negócio, já que, obviamente, as pessoas interessadas nas informações poderão ter visões diferentes sobre os mesmos cenários, e com isso tomar decisões e realizar ações incorretamente, além de realizar mensurações e controles errados.

Com isso, se faz necessário uma melhor integração das informações para que essas divergências não aconteçam: a utilização de apenas uma fonte de dados para obter informações e a utilização de sistemas sincronizados podem auxiliar para que não ocorram mais divergências e eliminar esses riscos. Com um sistema integrado, tudo permanece sob controle.

O setor de TI negligência planos de contingência

Uma vez que a empresa compreende como a área de TI realmente pode levar os resultados adiante, ela começa a integrar todos os tipos de atividades essenciais: vendas, compras, recursos humanos… Como resultado, se houver uma falha de TI, haverá um colapso generalizado na empresa. Esse cenário parece negativo? Seria apenas se a sua empresa não tem um plano de contingência adequado. O plano de contingência está relacionado a prevenir e contornar situações críticas.

O problema é que, muitas vezes, o plano de contingência não é seguido ou está ultrapassado, e com isso, acaba prejudicando todos os setores e consequentemente, a produtividade.

Para atualizar ou reaver um plano desses, será necessário um especialista em TI e de um orçamento adequado. Tipicamente, envolve uma política consistente de backup (realizado em diferentes locais, de maneira frequente e regular), servidores protegidos e provedores alternativos para garantir a agilidade na transmissão das informações em caso de indisponibilidade no principal.

O setor de TI está com os seus processos internos burocratizados

É comum que se encontre falhas operacionais em sistemas e nas tecnologias envolvidas no dia-a-dia dos colaboradores que dependem da Tecnologia da Informação para suas tarefas. O problema principal é quando há demora ou procedimentos muito minuciosos para que o setor de TI consiga corrigir este problema sem prejudicar em muito a produtividade do colaborador e/ou setor.

Comumente, há um determinado tempo para a resolução do problema de maneira efetiva e que é compreensível dependendo da complexidade do mesmo. Porém, esse tempo pode ser prolongado se os processos internos da TI forem engessados ou tiverem muita burocracia (como aprovações de vários gestores para problemas pequenos, dependência de informações de algum outro setor maior e etc.).

As alternativas para solucionar este sintoma são diversas, mas o mais eficaz é a revisão dos processos e o redesenho dos mesmos para que consiga atender às necessidades internas e externas. Além disso, dar maior autonomia ao setor de TI para problemas em pequena escala é crucial para que os problemas sejam prevenidos e corrigidos a tempo.

A adoção de novas abordagens é o primeiro passo!

Para que a estratégia de negócios seja executada e tenha resultados positivos para a empresa, a gestão de TI sempre deve trabalhar em busca de novas abordagens mais inovadoras e eficientes na resolução de problemas.

Dessa forma, a tecnologia pode auxiliar profissionais de diversos setores a atingirem mais facilmente as suas metas e consequentemente, os objetivos empresariais. Além disso, evitando esses sintomas prejudiciais, uma empresa consegue ser mais produtiva e competitiva quando comparada com os seus concorrentes.

Que tal contar com o know-how de profissionais altamente especializados para alinhar as estratégias do seu negócio com suas estratégias de TI? Se você precisa de apoio para planejar ou realizar as ações para agregar valor para sua empresa, fale com a Microcity. Descubra como podemos te ajudar.

Assine nossa
newsletter

Ebook
do mês

Fale com a Microcity
Ou ligue para a Microcity (31) 2125.4200. Para contato comercial,
clique aqui.
Importante:
Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Saiba mais acessando nossa politica de privacidade e nossos termos e condições