Microcity

Arquitetura de TI: Como desenvolver uma estratégia operacional de alto desempenho terça-feira, janeiro 26, 2021

A infraestrutura de tecnologia desempenha um papel cada dia mais estratégico em organizações de todos os setores da economia. De sistemas de gestão integrados à automação de operações, a TI atua em todos os setores da empresa.

A arquitetura de TI surgiu da necessidade de projetar e implementar as estratégias e soluções de tecnologia de forma completa, integrada e de acordo com as estratégias de crescimento do negócio. Assim, a arquitetura de TI não é apenas uma ação de TI, mas sim um projeto integrado com a gestão da empresa.

Para que a arquitetura de TI seja implementada com sucesso e colabore com as estratégias de desenvolvimento do negócio, sua estruturação deve estar alinhada ao planejamento estratégico corporativo.

Planejamento estratégico corporativo

Os responsáveis devem ter, além do conhecimento das soluções de TI, a visão ampla e completa de todo o negócio e seus setores, considerando recursos humanos, estratégias de desenvolvimento e o planejamento de investimentos da empresa.

A arquitetura de TI envolve a capacidade para indicar soluções, visão inovadora e estratégica, foco na evolução contínua, capacidade multidisciplinar e compreensão do negócio. O resultado dessa multidisciplinaridade é um olhar sistêmico e estratégico da tecnologia como fator fundamental para o funcionamento pleno da empresa.

Para apresentar a você o que é a arquitetura de TI e qual é a sua importância para o desenvolvimento de uma estratégia operacional de alto desempenho, preparamos esse material com as informações mais importantes ao elaborar uma arquitetura de TI na sua empresa.

O que é arquitetura de TI?

A arquitetura é uma área multidisciplinar que atua com a projeção e o planejamento de instalações e ambientes, considerando as várias dimensões que afetam ou implicam o projeto de alguma forma, sejam de engenharia, estética, humana, conforto, impacto socioambiental etc.

Ao transpor essa definição para a tecnologia, temos uma área de atuação de amplo aspecto, que planeja e projeta a infraestrutura de TI em conformidade com as estratégias do negócio. A arquitetura de TI desenvolve ambientes e instalações tecnológicas para atender às necessidades da empresa, levando em consideração todas as dimensões afetadas pela tecnologia.

Como a arquitetura de TI influencia a operação da empresa

Dessa forma, a arquitetura de TI deve estar integrada ao planejamento estratégico da empresa e toda a estrutura disponível, além de conhecer amplamente os recursos humanos e o potencial de investimento. Essas informações serão a base para projetar as soluções de TI do negócio e buscar possibilidades de melhorias em consonância com os objetivos de negócio.

Em um mundo corporativo cada vez mais dependente da tecnologia, uma infraestrutura bem arquitetada é aquela que trabalha com alta eficiência, desempenho máximo, e acompanha e impulsiona o crescimento da empresa.

Como a arquitetura de TI contribui para o crescimento da empresa?

A TI é um aspecto que permeia todos os outros setores de qualquer empresa. Por isso, não é difícil compreender que, de forma geral, uma infraestrutura de TI bem estruturada e integrada às estratégias e processos do negócio resulta em um melhor desempenho de todas as partes.

Apresentamos a você alguns aspectos pontuais que apresentam significativa melhora em seus resultados após uma implantação bem-feita da arquitetura de TI.

Maior convergência entre soluções de TI e objetivos de negócio

Ao planejar as soluções para sua empresa, deve-se ter uma visão ampla e completa do negócio e, a partir dela, traçar as melhores estratégias para o uso da tecnologia.

Dessa forma, a arquitetura de TI tem, como objetivos gerais, os mesmos objetivos do negócio. Todas as soluções projetadas são integradas e visam a atender aos propósitos de desenvolvimento e bons resultados da empresa.

Maior convergência entre soluções de TI e objetivos de negócio

Ela promove o alinhamento da área de TI com a empresa, concentrando os esforços em soluções mais inteligentes e estratégicas e favorecendo a inovação e os melhores resultados de negócio.

Recursos mais bem distribuídos

A arquitetura de TI é responsável, entre outras coisas, por mapear os recursos necessários e os já disponíveis pela empresa. Dessa forma, é possível alocar da forma mais inteligente e eficiente cada equipamento.

Além do melhor aproveitamento dos recursos tecnológicos, o próprio investimento é feito de forma mais inteligente. Isso porque o plano arquitetônico aponta onde há maior necessidade de investimentos e qual é a forma mais estratégica de fazê-los.

Aproveitamento do legado

Adotar novas tecnologias e investir em recursos mais avançados não significa, necessariamente, jogar fora tudo o que existia antes. Uma boa arquitetura de TI aproveita recursos já existentes, atuais e em fase pertinente em seu ciclo de vida.

Mais garantia de disponibilidade

Os melhores resultados de negócio são atingidos quando sistemas, redes e equipamentos funcionam plenamente. Assim, uma arquitetura de TI bem estruturada também deve contemplar um plano de continuidade de sistemas.

O planejamento adequado da arquitetura de TI permite que a empresa faça melhor utilização de recursos, garantindo maior disponibilidade dos ativos para seus usuários e com menos paradas por problemas técnicos.

Esse plano é um dos recursos possíveis para assegurar o máximo de disponibilidade e agilidade dos sistemas que integram a rede da empresa. Disponibilidade integral significa produção a todo vapor, profissionais mais motivados e, por consequência, melhores resultados e maior poder de competitividade.

Mais garantia de segurança

Uma arquitetura de TI bem projetada também integra a segurança da informação. Dessa forma, os recursos mais adequados para garantir a proteção dos dados da empresa serão empregados da forma mais inteligente possível, de forma a garantir autenticidade, disponibilidade, integridade e confidencialidade.

Esse uso planejado e integrado das soluções de segurança é essencial para mitigar riscos de ataques e prever falhas. Ele também permite maior agilidade, prontidão na resposta e solução de problemas, além de facilitar a recuperação de dados no caso de perda.

Performance otimizada

A arquitetura de TI mapeia e planeja a infraestrutura adequada para a necessidade da empresa, além de prever escalabilidade de acordo com o planejamento estratégico executivo.

os recursos de tecnologia disponibilizados serão mais eficientes, de acordo com a demanda de cada equipe

Sistemas e redes mais ágeis e integradas e dados disponíveis no momento e local necessários dinamizam o trabalho das equipes, adicionam produtividade e melhoram o desempenho.

Uma arquitetura de TI bem estruturada entrega performance, segurança e confiança em forma de recursos de TI, oferecendo à empresa o melhor cenário para produzir resultados positivos.

Como a arquitetura de TI contribui com a gestão da infraestrutura em TI?

A arquitetura de TI está relacionada à parte mais estrutural da tecnologia. Aqui, falamos de hospedagem, capacidade, conectividade, monitoramento e operações. Assim, esta atividade desenha o modo como a tecnologia é distribuída, sempre de acordo com os interesses e metas do negócio.

Ou seja, a relação da arquitetura de TI com a estrutura corporativa e o planejamento estratégico executivo é profunda e muito próxima. O alinhamento do plano de arquitetura aos objetivos do negócio deve ser mantido em todas as etapas do processo.

Por outro lado, a gestão da infraestrutura de TI possui uma relação mais próxima com os padrões e processos do mercado. Assim, a gestão de TI busca o alinhamento dos padrões e rotinas da TI com regras e políticas internas, eliminando falhas e aumentando a eficiência dos sistemas.

Dessa forma, a gestão de TI está mais voltada para as práticas e inovações do mercado, buscando o alinhamento das soluções do mercado à abordagem corporativa.

Apesar de abordagens e enfoques diferentes, a gestão da infraestrutura de TI está relacionada à arquitetura de TI em inúmeros pontos convergentes. Trata-se de uma única infraestrutura, que deve ser desenhada e gerenciada de forma integrada, buscando o máximo desempenho.

A arquitetura e a gestão de TI possuem uma função conjunta, que é a de fornecer à empresa as melhores soluções em tecnologia para alcançar os melhores resultados. Cada um com suas habilidades e especificações, suas funções são complementares e convertem-se em maior valor para o negócio.

Quais as melhores práticas de uma arquitetura de TI de sucesso em uma organização?

A arquitetura de TI faz parte do caminho de otimização de recursos e processos. Assim, é possível implementar novas soluções de forma mais sustentável, integrada e com investimentos mais assertivos.

Para obter os melhores resultados, o setor conta com algumas boas práticas, que mantêm a eficiência e a qualidade das soluções apresentadas. Trouxemos algumas dessas melhores práticas para se ter em mente ao implementar uma arquitetura de TI na sua empresa.

Hiperconvergência e integração de sistemas

A tendência evolutiva da TI é a de hiperconvergência, ou seja, centralizar o controle de toda a infraestrutura tecnológica no data center. Com esse cenário em vista, a arquitetura de TI mais eficiente será projetada aproveitando as soluções mais atualizadas de hiperconvergência e integração.

Hiperconvergência e integração de sistemas

O objetivo com esse modelo integrado e centralizado é potencializar a agilidade, solidez, escalabilidade, segurança, gestão simplificada e redução de custos do setor de tecnologia.

Análise e previsão de demanda

Uma das boas práticas da arquitetura de TI é a avaliação das tendências e soluções em tecnologia, analisando sua viabilidade e prioridade para o negócio. Essa análise proporciona um olhar constante para a oportunidade de inovação e evolução tecnológica.

O domínio do cenário do momento dentro da empresa, aliado ao acompanhamento das inovações e tendências de mercado é o que resultará nos relatórios mais assertivos e nas previsões e planejamentos de investimentos mais estratégicos para os objetivos de negócio.

Auxílio na tomada de decisões do negócio

A arquitetura de TI contribui significativamente para a produtividade e os resultados da empresa e, como tal, deve acompanhar de perto o planejamento estratégico executivo e conhecer profundamente o modelo de negócio.

Essa participação será essencial para o desenvolvimento do projeto mais eficiente de TI para a empresa. Dessa forma, é importante que a pessoa responsável pela arquitetura também participe das discussões e processos de tomada de decisão da empresa.

 Quando a arquitetura de TI está a par dos próximos passos do negócio, as soluções desenhadas são alinhadas às expectativas e projeções do negócio, convergindo para um único objetivo.

Dialogar com a gestão de TI

Os papéis desempenhados pela arquitetura e pela gestão de TI são diferentes, mas devem estar alinhados e em constante diálogo.

Acompanhar o que tem sido proposto, analisado e executado pela gestão de TI, é fundamental que a arquitetura de TI alinhe o negócio com as tendências de mercado e aos padrões e processos mais adequados para o negócio.

Implementar práticas de DevOps

O modelo DevOps de trabalho que reúne agilidade e fluidez à redução de erros e conflitos já é adotado por inúmeras empresas, com o objetivo de aumentar a colaboração em processos e ganhar em agilidade, eficiência e segurança.

Implementar práticas de DevOps

A união de ferramentas, práticas e princípios dos times de desenvolvimento e operações criam um ambiente mais fluido de trabalho. Para a arquitetura de TI, essa forma de trabalhar pode ser adaptada aos profissionais relacionados aos projetos que, em colaboração, terão mais facilidade de alinhar os objetivos e adicionar agilidade aos processos.

Sua empresa está pronta para evoluir?

A arquitetura de TI é o caminho mais estratégico e assertivo para planejar as soluções em tecnologia mais adequadas para a sua empresa atualmente e, também, para as projeções futuras. Por meio de uma arquitetura bem estruturada, cria-se um diferencial competitivo e consolida-se a TI como área estratégica, alinhada aos objetivos do negócio.

Em negócios que estão em processos acelerados de digitalização ou que atuam em regimes de trabalho com modelos híbridos, com parte da sua equipe operando fora do ambiente corporativo, a arquitetura de TI apresenta grandes desafios.

Para ajudar na implantação da infraestrutura de TI mais eficiente para sua empresa, contar com um parceiro que forneça as melhores soluções em tecnologia pode ser um facilitador para alcançar o sucesso.

 Uma empresa especializada em soluções de tecnologia, capaz de oferecer ao seu negócio os equipamentos e serviços necessários para implementar uma infraestrutura de TI estratégica e sistêmica, pode proporcionar os melhores resultados de negócio com um investimento sustentável e inteligente, se adaptando à realidade e às necessidades do seu negócio.

Fale com nossos consultores e conheça as soluções de Infraestrutura de TI da Microcity no modelo as a service e saiba como sua empresa pode alcançar melhores resultados.

Fale com nossos consultores
Se interessou por este conteúdo?

Preencha o formulário abaixo para continuar lendo este artigo e muito mais.





Fique tranquilo. Os seus dados estão seguros com a Microcity