Microcity

Saiba quais são as 50 melhores empresas para trabalhar em Minas Gerais

Saiba quais são as 50 melhores empresas para trabalhar em Minas Gerais

Ranking da pesquisa GPTW 2020 mostra que companhias estão se preocupando cada vez mais com o bem-estar dos funcionários. De acordo com especialista, esse deve ser um imperativo daqui para frente

O momento é instigante para quem lida com pesquisas de clima no mundo corporativo. Afinal, empresas de toda ordem foram – e continuam sendo – impactadas pelo tão falado “novo normal” instaurado pela pandemia da Covid-19. As transformações, afirmam especialistas, são inúmeras e extrapolam o home office. Talvez seja cedo para bater o martelo sobre quais serão as consequências quando a poeira baixar. Mas um prognóstico já é possível: empresas que não começarem a cuidar dos seus colaboradores não vão se destacar. “Empresas que cuidam de pessoas saem mais rápido de crises”, diz Isabela Lopes, diretora regional do Great Place to Work Minas Gerais.

Neste ano, a 7ª edição do ranking mineiro teve 130 empresas inscritas – 13 a mais que a edição anterior -, representando 62.833 funcionários, mais que o dobro de 2019. “É importante destacar esse número, pois são mais pessoas impactadas pelos valores que preconizamos”, afirma Isabela. Nesta edição, 50 empresas foram premiadas, cinco a mais que o ano passado. “Quando uma organização é premiada, ela está, na verdade, se comprometendo a melhorar ainda mais a relação com os seus colaboradores”, diz a diretora. E esse comportamento não deve se limitar à organização. De acordo com a Isabela, as empresas devem se preocupar sobre como o funcionário está chegando em casa, como é a relação dele com sua família e amigos etc.

Por isso, as empresas premiadas vêm incorporando em suas atividades, profissionais de coaching e mentores, que têm a capacidade de orientar os colaboradores e ajudá-los a lidarem com desafios que podem extrapolar o dia a dia no trabalho: 64% oferecem programas de coaching e 72% de mentoring.

A credibilidade dos líderes para gerenciar as equipes recebeu a mesma pontuação que a última pesquisa: 86. A avaliação sobre o respeito da liderança com os seus funcionários, tanto no do dia a dia nas empresas quanto na vida pessoal, também se manteve, em 85 pontos. Já o sentimento de imparcialidade dos chefes com os colaboradores foi avaliado em 84, um ponto a mais em relação ao ano passado. No entanto, a busca pela igualdade de gênero ainda caminha a passos lentos nas empresas. Do universo de 50, apenas duas têm mulheres na presidência.

Outro dado relevante entre as empresas premiadas no estado é o que revela o aumento do número de funcionários que recebeu mais de três feedbacks no ano: passou de 47% para 57%. “Isso mostra que os líderes estão cada vez mais próximos dos seus colaboradores”, afirma Isabela. De acordo com ela, essa proximidade não deve significar autoridade e, sim, maior autonomia para o funcionário.

A pesquisa desenvolvida pela consultoria GPTW, em parceria com a Revista Encontro e jornal Estado de Minas, utiliza os mesmos critérios de avaliação aplicados nos 53 países em que a GPTW está presente. Na lista abaixo, as empresas premiadas aparecem divididas em três categorias: pequeno porte, de 30 a 99 funcionários, porte médio, de 100 a 999, e grande porte com mil ou mais colaboradores. As três primeiras de cada categoria aparecem de acordo com a pontuação que alcançaram, e as demais em ordem alfabética.

30 a 99 funcionários

Letras (1º lugar)
Sydle (2º lugar)
Unimed Aeromédica (3º lugar)
Bwtech
CbCloud
Ciente
Dito
Linx Confins
Patrus Transportes
Pris
Queima Diária
2º Tabelionato de Notas de Belo Horizonte – Cartório Jaguarão
Siteware
SmarttBot
Souza Gomes Imóveis

 

100 a 999 funcionários

1ª Laboratório Sabin (1º lugar)
2ª Take (2º lugar)
3ª Microcity (3º lugar)
Avenue Code
BHS
Cadence Design Systems do Brasil
Concert Technologies
Embracon MG
Energisa Minas Gerais
Gerencianet
Grupo Tsuge
Hotmart
Intelbras
Maxmilhas
Méliuz
Monetizze
Prodap
Sankhya Gestão de Negócios
Turbo Brasil
Unimed Federação Minas

 

1.000 ou mais funcionários

Novo Nordisk (1º lugar)
Banco Mercantil do Brasil (2º lugar)
Centro Universitário Una (3º lugar)
Algar Tech
Algar Telecom
Ânima Educação
BD
Bevap
Grupo Carbel
Grupo Mantiqueira
Grupo Zema
MRV Engenharia e Participações
3corações
Uberlândia Refrescos
UNI-BH

Clique aqui e saiba mais sobre o perfil das 50 empresas vencedoras da pesquisa GPTW Minas 2020

Fonte: Revista Encontro

Fale com a Microcity
Ou entre em contato no Fone: 0800-568-5688. Para contato comercial, clique aqui.

    Importante:
    Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Saiba mais acessando nossa politica de privacidade e nossos termos e condições