Microcity

Home office: a transição imposta pelo coronavírus

Home office: a transição imposta pelo coronavírus

Luis Carlos Nacif*

A propagação do vírus do Covid-19, que deve alcançar o pico no País em agosto, está nos fazendo refletir não apenas sobre os nossos hábitos de consumo, mas também sobre a nossa socialização com familiares, amigos e claro, colegas de trabalho.

Diante desse cenário, diferente de tudo o que já vimos, estamos nos adaptando para continuar vivendo o mais próximo do “normal” possível, ou corremos o risco de ficarmos ilhados em casa.

Já nas empresas, a realidade é outra. Cresce em todos os setores do mercado a prática do modelo de trabalho remoto, ou home office, para dar continuidade aos processos de negócios, ao mesmo tempo que proporciona segurança aos colaboradores.

E o que antes era visto como algo impraticável pela maioria dos gestores até o começo deste ano, está se consolidando como uma força transformadora do mercado de trabalho.

Atualmente, cerca de 80% dos gestores brasileiros aprovam o home office, segundo pesquisa publicada pela ISE Business School. Em um futuro não tão distante, o volume de trabalho remoto deverá ser ainda maior do que o presencial. Um sinal disso, é que, de acordo com um levantamento recente da FGV (Fundação Getúlio Vargas), 30% das empresas nacionais devem manter esse modelo após o fim da pandemia.

Mas, mesmo com todos os benefícios que o home office pode trazer, como redução de custos e retenção de talentos, adotá-lo pode trazer novos desafios. A infraestrutura de TI, por exemplo, é um deles.

Responsável pela entrega e funcionamento dos equipamentos usados pelos funcionários, de computadores e notebooks até servidores, switches e redes de acesso à internet ou intranets, a TI tem um papel fundamental na garantia de continuidade dos negócios, e de zelar para que tudo esteja pronto para servir aos propósitos e objetivos das companhias.

Até para as empresas que planejam dividir a forma de trabalho entre presença física ou remota, é fundamental contar com serviços de TI de alta qualidade, pois no final do dia, é ela que vai suportar todos os processos corporativos, do financeiro à frente de caixa, passando pelo estoque, RH, atendimento aos clientes etc.

Por esses motivos, na hora de migrar para o home office, é importante que os gestores saibam cada detalhe da rotina dos colaboradores, os riscos à segurança dos dados que podem surgir nessa mudança e como entregar suporte e manutenção com rapidez e assertividade, para que os equipamentos não fiquem parados, gerando prejuízos aos negócios.

Caso contrário, ele pode se tornar uma dor de cabeça para as empresas e uma má experiência para os funcionários.

Se você não tem a expertise necessária para fazer tudo isso, seguindo conceitos e orientações das melhores práticas do mercado a fim de garantir que tudo saia como planejado, não perca tempo e procure um parceiro capacitado para ajudar nessa transição. Não fique de fora dessa transformação, porque ela veio para ficar!

*Empresário mineiro, com mais de 36 anos no mercado de Tecnologia da Informação, fundador e CEO da Microcity

Fonte: Diário do Comércio

Fale com a Microcity
Ou entre em contato no Fone: 0800-568-5688. Para contato comercial, clique aqui.

    Damos valor à sua privacidade

    Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

    Cookies estritamente necessários

    Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

    Cookies de desempenho

    Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

    Cookies de funcionalidade

    Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

    Cookies de publicidade

    Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

    Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

    Importante:
    Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Saiba mais acessando nossa politica de privacidade e nossos termos e condições