Fale com um consultor Fale com consultor
Microcity

Habilidades de TI: Quais as soft skills mais importantes para se destacar no mercado

Habilidades de TI: Quais as soft skills mais importantes para se destacar no mercado

O profissional de tecnologia moderno deve buscar por habilidades de TI técnicas e soft skills, principalmente aquelas voltadas a relações interpessoais e gestão executiva. O mercado tem cada vez mais exigido da TI um papel estratégico nas decisões do negócio, sendo condutora da transformação digital.

 

Com a evolução da tecnologia e o aumento de sua relevância estratégica nos negócios, os profissionais da área precisam inovar para alcançar o sucesso. As habilidades de TI mais valorizadas pelas empresas hoje não são mais as hard skills, que compreendem as competências técnicas da área.

O mundo VUCA (Volátil, Incerto, Complexo e Ambíguo) em que vivemos exige o desenvolvimento das soft skills, valorizando os profissionais capazes de se adaptar e acompanhar as mudanças e inovações.

Preparamos esse artigo para apresentar para você as principais habilidades exigidas pelos novos modelos de negócio. Acompanhe e conheça o que o profissional de TI deve ter para se destacar no mercado.

Qual é o perfil desejado do profissional de TI?

A TI vem assumindo um papel mais estratégico e estrutural nos modelos de negócio atuais. Para acompanhar essas mudanças, a equipe de TI há muito deixou de ser apenas o suporte técnico, acionado apenas quando computadores travavam ou a internet caía.

Hoje, a infraestrutura de TI é parte estrutural estratégica da empresa. O desenvolvimento tecnológico é essencial para o crescimento da empresa e espera-se que o profissional da TI tenha essa consciência e desenvolva as habilidades necessárias para assumir esse papel estratégico.

O perfil do profissional de TI já não combina com o estereótipo do antissocial que se dá bem apenas com as máquinas. Pelo contrário, as pessoas que se destacam são exatamente aquelas que desenvolvem suas soft skills, principalmente voltadas para as relações interpessoais e gestão.

Redução de custos, tecnologia sempre atualizada. A gestão de ativos de TI só tem a ganhar com o outsourcing.

Quais competências de TI não se destacam mais?

As habilidades técnicas continuam sendo importantes para o desenvolvimento de um bom trabalho. No entanto, elas deixam de ser prioridade devido à velocidade com que a tecnologia evolui.

Entende-se que as habilidades técnicas são mais facilmente adquiridas à medida que são necessárias. No mundo VUCA, essas habilidades mudam a cada dia e o profissional que não é capaz de se reciclar acaba ficando defasado e obsoleto como as tecnologias.

Por isso, mais importante do que dominar completamente uma única linguagem de programação, por exemplo, o ideal é ser capaz de transitar entre produtos ou tecnologias diferentes. Habilidades que podem ser automatizadas também têm a tendência de perder espaço. Os novos modelos de negócio prezam pela automação migração para a nuvem, otimizando os processos e aumentando a eficiência.

Com a tendência de contratação de TI como serviço, outra substituição de habilidades que vem acontecendo é a de manutenção pela capacidade de gerenciar contratos e selecionar os melhores fornecedores de serviços de tecnologia.

Assim, a gestão de TI reduz suas funções de monitoramento, suporte e gestão do ciclo de vida da infraestrutura de TI para assumir o gerenciamento dos contratos com os fornecedores, ficando estes responsáveis pelas antigas funções.

Quais são as habilidades que um profissional de TI deve desenvolver?

Agora que sabemos quais habilidades de TI não são mais um diferencial para os profissionais, vamos conhecer melhor as tão faladas soft skills e por que o mercado valoriza as pessoas capazes de desenvolvê-las e aplicá-las.

Domínio de outros idiomas

Com a consolidação dos negócios digitais, com os quais é possível realizar negócios com diferentes países com a mesma facilidade de uma transação local, dominar o inglês passou a ser o básico para realizar um bom trabalho.

Se possível, um terceiro idioma pode ser um diferencial para o profissional de TI. Dominar a língua nativa dos países com que se mantém negócios, por exemplo, pode colocar um gestor de TI em posição de destaque.

Pensamento analítico

A capacidade de analisar o cenário geral, considerando os sistemas tecnológicos com todas as suas partes, bem como os demais fatores envolvidos, são essenciais para o profissional de TI que trabalha com as novas tendências.

Isso porque a TI deixou de ser uma área isolada da empresa, e seu papel estratégico para o crescimento do negócio demanda dos profissionais da área a habilidade de analisar dados, avaliar riscos, selecionar fornecedores e tomar decisões inovadoras e assertivas.

Adaptabilidade

Diante da transformação digital, é quase redundante ressaltar a importância da capacidade de se adaptar a mudanças. Como já pontuamos, novas tecnologias surgem dia após dia e aqueles que não se adaptam, ficam para trás.

Relacionamento interpessoal

Com o papel estratégico da TI na empresa, o profissional da área deve ser capaz de transitar entre diferentes equipes, se relacionar bem com seus pares, lideranças, subordinados e fornecedores.

Um bom relacionamento interpessoal inclui não apenas a polidez e leveza nas relações, mas também uma comunicação clara, transparência nas ações e colaboratividade nos projetos. Boas relações ajudam para que as necessidades sejam reconhecidas, as melhores soluções sejam encontradas e os processos fluam de forma otimizada.

Gestão de projetos

Profissionais antes focados apenas em implementar soluções passaram a assumir a gestão e condução de projetos em equipe. Essas mudanças estão em convergência com os novos papéis que a TI vem assumindo no negócio, sendo responsável pelo fomento à inovação e transformação digital.

Assim, as habilidades de TI passam a incluir a capacidade de definir metodologias, elaborar políticas internas para nortear os processos de informação, planejar a implementação de novas soluções, escolher e acompanhar fornecedores, e gerenciar projetos e equipe.

Guia de melhores práticas para construção de RFP

Visão de negócios

Com o papel estratégico da TI na empresa, cresce a necessidade de que os profissionais desenvolvam sua visão de negócios, engajando a tecnologia nas discussões estratégicas da gestão executiva da empresa.

Esse papel é essencial para desenvolver uma cultura digital na empresa, fomentar a inovação, e auxiliar na tomada de decisões embasada em dados.

Autodidatismo

Além de saber reconhecer novas tendências e acompanhar as mudanças trazidas pela tecnologia, o profissional de TI deve ser capaz de tomar a iniciativa e buscar as ferramentas para se desenvolver.

Dentro dessa capacidade, podemos incluir a curiosidade e o pensamento criativo, que impulsionam a pessoa a buscar respostas para eventuais problemas de forma autônoma.

Pensamento inovador

Os novos modelos de negócio que surgem são voltados para a inovação, adotando uma cultura Digital First, e as lideranças de TI, fomentadoras desse processo, devem ter a inovação como habilidade desenvolvida.

Independente da carreira a ser construída, o profissional que deseja ter sucesso deve ter em mente as mudanças do mercado e as novas exigências, não apenas de capacidades técnicas, mas principalmente das habilidades de TI que envolvem o desenvolvimento do negócio e a transformação digital.

Se você se interessou pelo assunto, leia mais sobre as carreiras mais promissoras em TI e conheça as tendências do mercado para os próximos anos.

Assine nossa
newsletter

    Ebook
    do mês