Microcity

Qual a importância de um firewall gerenciado para a segurança da sua empresa?

Qual a importância de um firewall gerenciado para a segurança da sua empresa?

O firewall gerenciado é a primeira barreira de proteção para a segurança da infraestrutura de TI contra ameaças digitais. A solução é fundamental para a defesa de qualquer empresa, principalmente, para os negócios que operam no modelo de trabalho remoto.

 

Dentre todas as ferramentas de segurança da informação disponíveis hoje, o firewall é uma das mais conhecidas. Ainda assim, é comum que empresas negligenciem sua configuração correta e atualização, abrindo brechas na segurança dos dados corporativos.

Preparamos esse artigo para você entender melhor qual é a importância do firewall e por que seu gerenciamento é fundamental para garantir a proteção da sua rede. Afinal, não basta apenas ter um firewall disponível. Como toda solução de TI, sua manutenção é imprescindível para seu bom funcionamento.

O que é firewall e por que as empresas precisam dele?

O firewall é uma ferramenta de segurança que funciona como uma barreira de acesso entre o roteador e a conexão da sua rede. Se a sua rede fosse um país, o firewall seria a fronteira, onde pessoas e bagagens são checados por oficiais da migração.

Se os documentos de quem deseja ter acesso ao país não estão de acordo com as leis, sua entrada é negada. Da mesma forma, se um usuário deseja acessar alguma informação proibida pelo firewall, seu acesso é negado.

No contexto empresarial, esse controle de acesso é item básico para a proteção de dados sensíveis e sigilosos, além da defesa contra ataques de cibercriminosos. Sobretudo com o aumento do trabalho remoto e da digitalização de processos, é preciso garantir que as conexões da empresa sejam feitas de forma segura e confiável.

Na época atual, é praticamente impossível pensar em um negócio que não tenha processos digitais. Até mesmo para pequenas e médias empresas, a digitalização de grande parte de dados e processos é uma realidade inegável. Operações remotas, sejam ocasionais ou regimes de trabalho remoto definitivo são comuns.

Com o aumento do tráfego de dados, aumentam também as ameaças de ataques cibernéticos. Criminosos focam suas ações em brechas de segurança, sistemas desatualizados e na imprudência dos usuários.

O firewall é uma das ferramentas básicas para a segurança dos dados da sua empresa. Com as configurações adequadas, é possível barrar o acesso de pessoas externas não autorizadas na sua rede e também negar o acesso de usuários internos a conteúdos externos que não sejam de relevância para o seu negócio, ou representem uma ameaça.

Firewall tradicional ou gerenciado?

Existe mais de uma forma de se valer de um firewall para a rede do seu negócio. É comum que empresas contem apenas com o firewall já instalado no Windows ou no roteador, que são pouco seguros e indicados apenas para uso doméstico.

Para o uso em redes corporativas, o firewall tradicional conta com a infraestrutura da própria empresa, que deve comprar, instalar e executar hardwares e softwares específicos para tal. Existem várias opções no mercado, mas é preciso lembrar que, uma vez implantados, devem estar em constante manutenção.

Além do custo elevado, essa opção demanda uma equipe especialista dentro da própria empresa para seu gerenciamento. Do contrário, os firewalls acabam defasados e desatualizados, criando brechas na segurança e aumentando a vulnerabilidade da sua TI.

Por outro lado, o firewall gerenciado, também conhecido como Firewall as a Service (FWaaS), é um serviço fornecido por empresas especializadas, que permitem total controle das aplicações físicas e virtuais da rede e monitoramento constante.

Dessa forma, você não precisa montar uma equipe interna especializada para atender às necessidades de gerenciamento do firewall. O serviço contratado garantirá que a ferramenta esteja em pleno funcionamento, com as configurações atualizadas de acordo com a necessidade da empresa e sem furos de segurança.

Por que ter um serviço de firewall gerenciado na empresa?

Como dissemos, o serviço de firewall gerenciado é fornecido por uma empresa especializada, que assume o gerenciamento da ferramenta e garante seu pleno funcionamento.

Dentre todos os benefícios, há dois grandes diferenciais na adoção de um firewall gerenciado. Primeiramente, não é necessário investir em equipamentos e softwares que possivelmente estarão defasados depois de pouco tempo. Seu fornecedor será o responsável por disponibilizar hardware, software ou a combinação de ambos, conforme sua demanda, mantendo-os atualizados.

O segundo diferencial é possuir uma equipe especializada no assunto, disponível para qualquer demanda, sem precisar montar um time interno específico para gerenciar o firewall. Assim, seu negócio pode contar com pessoas especialistas no serviço fornecido, obtendo resultados de melhor qualidade por um custo reduzido.

Além disso, o firewall gerenciado apresenta uma solução única, integrada e robusta. Isso minimiza as divergências entre frentes de segurança diferentes, que podem criar vulnerabilidades no sistema. Também otimiza o tráfego de dados e mantém o fluxo corrente, evitando quebras dos processos e aumentando a produtividade da empresa.

Qual o melhor tipo de firewall para sua empresa?

É possível configurar o seu firewall baseado em dois padrões diferentes. A melhor escolha envolve a avaliação das necessidades do seu negócio e, é claro, um gerenciamento adequado após a implementação.

Default de bloqueio

Como o nome sugere, o padrão nesse tipo de configuração do firewall é o bloqueio das entradas. Assim, você configura apenas o que será permitido entrar na sua rede. O resto, por definição, será bloqueado.

Esse tipo de configuração é mais complexo, pois exige uma visão completa e minuciosa do que deve ser permitido. Ainda assim, é o tipo mais recomendado, já que o acesso é dado apenas ao que for autorizado e não é preciso se preocupar com movimentações indevidas.

Default de permissão

Na outra ponta, temos o padrão de permissão, a menos que seja negado. Ou seja, esse tipo de configuração estabelece as entradas que devem ser bloqueadas. Todo o resto é permitido.

O risco desse tipo de configuração é grande, visto que as ameaças se multiplicam rapidamente e é praticamente impossível atualizar o firewall com todas as ameaças possíveis à sua rede. Ainda assim, é uma configuração que cumpre seu papel quando a necessidade é bloquear acessos específicos.

Por fim, um serviço de firewall gerenciado pode proporcionar para o seu negócio a melhor estrutura de segurança da informação, unindo o know-how de uma equipe especializada, uma estrutura compatível com a necessidade da empresa e o seu gerenciamento adequado.

Assim, os principais recursos do seu negócio podem estar focados no core business, com a tranquilidade de saber que a segurança dos dados está garantida.

Gostou desse conteúdo? Saiba mais sobre Segurança da Informação e fique por dentro das melhores soluções para proteger o seu negócio.

Assine nossa
newsletter

    Ebook
    do mês

      Importante:
      Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Saiba mais acessando nossa politica de privacidade e nossos termos e condições