Microcity

Como definir uma estratégia de migração para nuvem

Como definir uma estratégia de migração para nuvem

A estratégia de migração para nuvem se inicia com a estruturação de um mapeamento de riscos, análise de custos e a definição de um cronograma. Esse planejamento permite organizar uma transição que atenda as expectativas e gere impacto positivo na TI e no crescimento do negócio.

 

Entre CEOs, CIOs e líderes de tecnologia em geral há consenso em dizer que o “uso de cloud computing é um caminho sem volta”, ainda mais após uma pandemia não prevista e com grandes impactos em todos os setores da economia mundial. 

Neste momento, empresas de todos os segmentos se beneficiam da nuvem como forma de compartilhamento e processamento de dados com mais agilidade, assim como ferramenta para continuidade dos negócios sem gerar perdas aos consumidores.

Essa afirmação é reforçada pelo Gartner, que completa: até 2025, 80% das empresas desligarão os data centers tradicionais, e os líderes executivos devem permitir a inovação dos negócios, garantindo que as cargas de trabalho e os serviços sejam implantados nos locais certos na hora e no preço certos.

Um outro ponto importante citado pelo Gartner é que até 2022, 80% das organizações que adotam serviços em nuvem sem usar uma abordagem focada no desempenho para mapeamento de dependência experimentarão uma diminuição nos níveis de qualidade do serviço.

A nuvem é a porta de entrada para a transformação digital de qualquer negócio, e neste artigo vamos analisar as 4 principais estratégias para a realização de uma migração bem-sucedida. Também indicaremos os 3 passos indispensáveis para sua empresa utilizar os serviços de cloud computing, ao invés de correr o risco ao investir tempo e dinheiro em projetos inadequados às necessidades do negócio. 

Vamos juntos?

Quais os benefícios de planejar uma estratégia de sucesso para a migração para a nuvem?

De fato, a melhor maneira de avaliar o sucesso de uma estratégia é observando se os resultados desejados foram obtidos. Por isso, antes mesmo de pensar em migrar para a nuvem, sua empresa deve estabelecer qual será o benefício a ser alcançado com isso.

Separamos 4 pontos mais citados por CIOs quando perguntados sobre o que a computação em nuvem agrega para suas empresas:

Aumentar a capacidade do departamento de TI

Para 99% dos CIOs, migrar para a nuvem diminui o tempo de prestação de serviços e aumenta a disponibilidade de aplicações de TI. Também melhora em 77% a capacidade do setor em atender os níveis de serviços (SLA) alinhados com as áreas de negócio. Principalmente após a pandemia, o papel estratégico do TI se tornou ainda mais evidente, assim como a importância de sua atuação na linha de frente da resolução dos problemas de todas as áreas e do negócio, no menor tempo possível. A Nuvem possibilita ao TI essa disponibilidade para uma atuação mais efetiva e focada no negócio.

Reduzir custos

77% dos CIOs identificam uma diminuição nos gastos de TI. Uma migração para a nuvem bem-sucedida prevê análises de todos os passos necessários na jornada de modernização do datacenter, incluindo o melhor momento para migrar, o que considerar ao negociar seu contrato e a importância da definição da estratégia, além de conhecer formas de otimizar sua utilização, visando economizar no investimento através de ferramentas e processos comprovados. Um estudo bem elaborado realizado junto a um parceiro de confiança, otimiza muito mais do que o custo. 

Incrementar a receita

10,4%, afirmam que a nuvem gerou um aumento de receitas e 74% dizem que ela aumenta a agilidade dos negócios. O acompanhamento detalhado das etapas do processo de migração em uma atuação em conjunto ao time de TI, é crucial para o sucesso do cliente na nuvem e ainda mais eficiente quando realizada através de uma ferramenta de gestão do data center. A visão generalista das reais necessidades do negócio permite otimizar mais ainda os investimentos, aproveitando os pontos positivos, gerando ainda mais vantagem competitiva e financeira ao negócio.

Oferecer uma melhor experiência aos consumidores

67% veem a computação em nuvem como indispensável para melhorar a experiência de consumo. Oferecer aos clientes o que eles precisam e quando precisam, permite uma melhor relação junto ao público, ampliando abertura para novos negócios. 

Quais as etapas para uma estratégia de migração para a nuvem?

Confira os 3 passos indispensáveis da estratégia:

Trate a migração como um projeto

Documente e siga as etapas de um projeto tradicional de TI, dando ênfase aos seguintes pontos:

  • objetivos e justificativas;
  • análise de custos;
  • cronograma, contemplando uma fase de testes;
  • mapeamento de riscos;
  • definição de critérios de qualidade (performance, segurança, entre outros);
  • treinamento de usuários-chave;
  • funções e responsabilidade do time de TI e de parceiros especializados, durante e após a migração.

Defina o tipo de nuvem a ser utilizado

Existem diferentes tipos de nuvem: pública, privada ou híbrida. Cada um tem uma característica própria que incide sobre as possibilidades que ela oferece para a organização. Para fazer a escolha do modelo ideal de nuvem devem ser analisadas questões que impactam diretamente sobre o planejamento corporativo:

  • custos;
  • performance;
  • agilidade que os diferentes tipos de nuvem e serviços podem agregar para as áreas e recursos computacionais de sua empresa;
  • normas e regulamentações específicas sobre seu segmento.

Avalie recursos adicionais

Atualmente, é possível contratar serviços de monitoramento, automatizar processos, adicionar camadas extras de segurança, entre outros. Avalie quais serviços são mais adequados para cada situação mapeada em seu planejamento inicial. Apesar de elevar os custos, esses serviços extras podem aumentar as vantagens ou diminuir riscos.

De fato, quando bem definida, a estratégia de migração para a nuvem garante que a empresa alcançará os objetivos e metas inicialmente estabelecidos e até mesmo superando as expectativas. 

Na SGA nós criamos soluções para os desafios reais através da tecnologia em nuvem, transformando através do Data Center, Apps, Data Science a Inteligência Artificial e todas as áreas e o negócio. Fale conosco e vamos juntos!

 

*Este artigo foi produzido pela equipe da SGA

Assine nossa
newsletter

    Ebook
    do mês

      Damos valor à sua privacidade

      Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

      Cookies estritamente necessários

      Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

      Cookies de desempenho

      Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

      Cookies de funcionalidade

      Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

      Cookies de publicidade

      Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

      Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

      Importante:
      Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Saiba mais acessando nossa politica de privacidade e nossos termos e condições