Fale com um consultor Fale com consultor
Microcity

Indicadores de eficiência energética: Como medir o impacto sustentável da TI?

Indicadores de eficiência energética: Como medir o impacto sustentável da TI?

A revolução 4.0 mudou drasticamente diversas dimensões da nossa vida, entre elas a forma como consumimos e produzimos. Junto a essas mudanças, a sustentabilidade emergiu como uma grande preocupação e a eficiência energética é um dos caminhos para negócios mais sustentáveis.

Com a dependência quase vital da tecnologia, empresas de todos os setores se veem obrigadas a reestruturar seus processos de forma energeticamente mais eficiente, já que simplesmente reduzir o uso dos equipamentos de TI não é uma opção.

Se você quer entender por que se preocupar em aumentar a eficiência energética da sua empresa é um bom negócio, acompanhe esse artigo que preparamos com as principais informações sobre o assunto e dicas de como adotar processos mais sustentáveis para a sua TI.

O que é eficiência energética e quais suas vantagens?

Eficiência, por definição, é a capacidade de conseguir o melhor rendimento com o mínimo de custo. A energia, por sua vez, é a capacidade que um corpo tem de realizar trabalho. Ou seja, a eficiência energética é medida pela capacidade de os equipamentos entregarem o melhor desempenho gastando menos energia.

O conceito se diferencia de poupar energia. Isso porque para poupar, você deixa de usar o equipamento. Para ser eficiente, você escolhe equipamentos que gastam menos energia, ou otimiza os processos para que aconteçam em menos tempo ou com menos erros, gastando, assim, menos energia.

A partir dessa breve definição, já podemos perceber como a eficiência energética não contempla apenas as questões ambientais e as práticas de ESG da empresa, ainda que esses já sejam bons argumentos para buscá-la, e por que as questões de governança ambiental, social e corporativa devem estar na pauta da TI do seu negócio.

A eficiência energética promove a redução de custos da empresa e otimiza processos, além de adequar o consumo da organização às metas e ações para redução do impacto ambiental. Entre as vantagens de se buscar a eficiência energética da TI, podemos citar:

Redução de custos

Obviamente, a eficiência energética promove a redução dos gastos da empresa com energia. Para além desta consequência direta, algumas ações para aumentar a eficiência energética acabam por reduzir outros gastos com TI.

A adoção de equipamentos mais eficientes e manutenção adequada, por exemplo, reduz os custos com falhas inesperadas e indisponibilidade. Optar por armazenamento em nuvem, por sua vez, reduzirá os custos da empresa com a manutenção de um espaço físico para data centers.

Redução do impacto ambiental

A indústria da tecnologia é, atualmente, uma das mais nocivas para o meio ambiente, comparando suas emissões de CO2 aos aviões, por exemplo. Seu impacto ambiental é visto como um problema seja pelas emissões de carbono, seja pelo descarte de lixo eletrônico.

Com a adoção de uma TI com alta eficiência energética, uma empresa contribui para o desenvolvimento sustentável, reduzindo o impacto ambiental e, de quebra, aumentando sua própria produtividade e a qualidade de seu produto ou serviço.

Geração de valor

Diante de uma sociedade preocupada em diminuir seu impacto ambiental e consumidores cada vez mais conscientes das responsabilidades das empresas, é importante dar atenção às ações do seu negócio que convergem para a sustentabilidade.

Além da adequação às legislações ambientais e metas de redução de impacto, as ações socioambientais atraem e fidelizam clientes que valorizam essa preocupação.

Como você pode determinar a eficiência energética da TI da sua empresa?

Existem diversos indicadores usados para medir a eficiência energética da infraestrutura de TI de uma empresa. Geralmente associados apenas à eficiência de data centers, esses indicadores podem ser aplicados a toda a infraestrutura tecnológica, representando ganhos altos na eficiência energética.

Dois dos indicadores mais importantes são o Power Usage Effectiveness (PUE) e o Carbon Usage Effectiveness (CUE), que medem o uso eficiente da energia, propriamente, e do carbono.

O que é PUE?

O PUE é uma das métricas mais importantes para medir e avaliar a performance e a eficiência energética de sistemas. Ele é calculado dividindo a energia total consumida pelo sistema pela energia consumida apenas pelos equipamentos de TI.

No primeiro valor, são incluídos os gastos energéticos com equipamentos de apoio, como iluminação, refrigeração e transformadores. Já no segundo, soma-se apenas o consumo dos equipamentos de TI.

Com a análise do PUE, é possível determinar oportunidades de melhoria da eficiência energética, comparar o consumo entre diferentes partes da infraestrutura de TI da empresa, avaliar a melhoria da eficiência ao longo do tempo e até mesmo criar oportunidades de reaproveitamento da energia.

O que é CUE?

O CUE, por sua vez, mede a emissão de carbono de um sistema, em relação ao seu consumo energético. Nesse caso, ele é calculado dividindo o total de emissões equivalentes de CO2 pelo total do consumo de energia dos equipamentos de TI.

Apesar de ser uma medida importante para avaliar e diminuir a pegada de carbono do negócio, ainda são poucas as empresas que fazem esse cálculo e desenvolvem um plano de ações a partir do acompanhamento do CUE.

Como posso aumentar a eficiência energética da minha infraestrutura de TI?

Existem diversas medidas que podem ajudar a melhorar a eficiência energética da infraestrutura de TI da sua empresa. Algumas simples, outras mais estratégicas, seguem nossas dicas para começar a pensar em uma TI mais sustentável e eficiente:

  • Conheça e almeje selos de certificação ambiental, como redução do uso de energia e uso de fontes renováveis;
  • Invista no uso de geradores solares fotovoltaicos, que é uma fonte limpa e verde de energia;
  • Repense e otimize os ambientes físicos para o máximo de eficiência, considerando refrigeração, iluminação etc;
  • Aposte na computação em nuvem, reduzindo os custos com a manutenção de uma grande infraestrutura física de TI.
  • Terceirize a infraestrutura de TI, deixando para uma empresa especializada neste nicho de mercado o papel de aumentar a eficiência energética;

Ao optar por terceirizar, é importante escolher uma empresa fornecedora que tenha práticas ambientais comprovadas, preferencialmente certificações que validem a adoção da TI Verde, em concordância com os valores adotados pelo seu negócio.

Por fim, a busca por uma infraestrutura de TI com mais eficiência energética não deve estar ligada apenas à busca pela redução de custos do negócio. O objetivo é encontrar as estratégias mais eficientes e eficazes de crescer a empresa de forma tecnológica e inovadora, mantendo um impacto ambiental mínimo e sustentável.

Se interessou por esse assunto? Leia mais sobre TI Verde e entenda porque essa tendência veio para ficar e representa mais desenvolvimento e melhores resultados para o seu negócio.

Assine nossa
newsletter

    Eu aceito receber mensagens e comunicações desta empresa
    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade

    Ebook
    do mês

      Eu aceito receber mensagens e comunicações desta empresa
      Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade