Fale com um consultor Fale com consultor
Microcity

Defasagem tecnológica: Quando está na hora de trocar os computadores da empresa?

Defasagem tecnológica: Quando está na hora de trocar os computadores da empresa?

A defasagem tecnológica atrasa o crescimento de uma empresa devido a recorrência de problemas técnicos que geram perda de eficiência. O uso de recursos obsoletos também está relacionado ao aumento dos problemas de segurança digital e a insatisfação dos colaboradores.

 

Ano a ano, diversos lançamentos agitam o mundo da TI. Computadores mais potentes, tecnologias mais avançadas e softwares inovadores que prometem revolucionar a forma como você trabalha e produz. E muitos revolucionam. Mas o que fazer com as tecnologias obsoletas?

A defasagem tecnológica é tão inevitável quanto a transformação digital. Quanto mais madura digitalmente uma empresa está, maior deveria ser a compreensão dela de que as tecnologias obsoletas trazem mais prejuízos do que economia para o negócio.

Para ajudar você a entender a importância de atualizar a TI e o melhor momento para fazê-lo, preparamos este artigo com as informações mais relevantes sobre o assunto. Afinal, como saber a hora de trocar os hardwares desatualizados da empresa?

O que é a defasagem tecnológica?

A evolução da tecnologia é implacável com versões anteriores. Um computador comprado há cinco anos, que quando novo era extremamente veloz e potente, por exemplo, possivelmente não suportará o processamento de alguns programas recém-lançados.

Isso porque, para evoluir, a computação precisa de mais memória, mais espaço e mais processamento. Você pode até conseguir alongar a vida útil de um equipamento com alguns recursos, mas isso será temporário e, dependendo da forma como isso é feito, pode trazer mais riscos do que benefícios.

Ou seja, a defasagem tecnológica nada mais é do que o caminho natural da evolução da TI. Com a criação de novas tecnologias mais avançadas, as tecnologias anteriores se tornam mais atrasadas, até que caem em obsolescência e chegam ao final de sua vida útil.

Uma vez que não há como fugir disso, a preocupação das empresas passa a ser encontrar a melhor forma de manter um alto desempenho de seus equipamentos e consequente alta produtividade. Quando é o momento de atualizar e quando é o momento de substituir?

Como reconhecer se a sua empresa está em defasagem tecnológica?

Existem alguns sinais de que o parque computacional da sua empresa pode estar defasado e observá-los é importante para manter o desempenho, a disponibilidade e a segurança da infraestrutura de TI.

Lentidão

A lentidão dos computadores é um dos primeiros sintomas quando estão sobrecarregados ou desatualizados. Com o tempo e a adição de novas funções e softwares no equipamento, sua capacidade de processamento deixa a desejar, causando lentidão e travamento dos computadores.

Versões incompatíveis

Depois de várias atualizações, softwares e hardwares mais avançados deixam de ser compatíveis com tecnologias obsoletas. Além disso, muitos hardwares desatualizados não suportam componentes com tecnologias novas.

Isso pode causar diversas dores de cabeça no ambiente corporativo, como um programa fundamental para as atividades da empresa simplesmente parar de funcionar devido a uma incompatibilidade de versões.

Superaquecimento

Computadores e outros equipamentos de TI superaquecendo são um grande indício de que estão sobrecarregados. Isso é comum quando um negócio está em crescimento e a sua necessidade evoluiu muito desde a aquisição das máquinas em uso.

Máquinas superaquecidas têm uma queda drástica de desempenho, além de colocar em risco os dados da empresa pela maior possibilidade de panes e falhas.

Redução de custos, tecnologia sempre atualizada. A gestão de ativos de TI só tem a ganhar com o outsourcing.

Quais são os impactos de utilizar tecnologias obsoletas?

À primeira vista, pode parecer uma boa ideia estender ao máximo a vida útil de um equipamento tecnológico com “gambiarras”. No entanto, a longo prazo, manter hardwares desatualizados em uso pode sair muito mais dispendioso e prejudicial para o negócio.

Portanto, a começar pela própria questão financeira, é importante levar em conta todos os gastos extras com manutenção e downtime que um computador velho pode trazer para o negócio. Além disso, a defasagem tecnológica pode acarretar para a empresa:

Redução da produtividade

Um estudo realizado pela Dell Technologies aponta que a produtividade pode cair até 40% com o uso de equipamentos defasados. A lentidão e as falhas recorrentes quando se usa hardwares desatualizados são os responsáveis por essa redução, além de dificuldades criadas por versões incompatíveis que não se integram.

Perda de competitividade

Cada vez que um concorrente implementa uma tecnologia inovadora, capaz de otimizar seus processos e resultados, a empresa que está em defasagem tecnológica perde competitividade e espaço no mercado.

Se sua concorrência está em níveis mais avançados na tecnologia adotada, é um claro sinal de que a sua empresa deveria investir em atualizações.

Vulnerabilidades na infraestrutura de TI

A segurança da informação é uma das questões mais relevantes na manutenção de uma infraestrutura de TI atualizada.

Grande parte das atualizações tecnológicas são feitas tendo em vista a proteção de dados e tecnologias obsoletas possuem brechas de segurança que podem aumentar seriamente os riscos de ataques ou vazamentos.

Gargalos nos processos da empresa

Softwares e hardwares desatualizados podem dificultar e atrasar determinadas etapas nos processos produtivos da empresa. Além da automação de tarefas rotineiras, que agiliza os processos e aumenta a produtividade, equipamentos atualizados processam mais rapidamente suas funções.

Insatisfação da equipe

Por fim, computadores lentos e tecnologias defasadas aumentam o nível de stress e insatisfação da equipe. Isso pode resultar em profissionais desmotivados e em uma menor retenção de talentos. Afinal, bons profissionais preferem trabalhar com tecnologias modernas e equipamentos atualizados.

A empresa de segurança Unisys estimou que profissionais de organizações com defasagem tecnológica são 600% mais propensos a deixar o emprego. Por outro lado, 96% dos brasileiros que atuam em empresas high tech se sentem motivados no trabalho.

Como investir em inovação e evitar a defasagem tecnológica?

Em meio à realidade de transformação digital, é praticamente obrigatório que se planeje uma evolução contínua da tecnologia utilizada pela empresa. Manter um diagnóstico atualizado da maturidade digital do negócio é o primeiro passo para compreender quando e como atualizar o parque tecnológico.

Além do planejamento, a adoção do outsourcing de TI vem sendo uma solução para a implementação de uma infraestrutura de TI atualizada e inovadora, sem a necessidade de grandes dispêndios de capital.

Com um parceiro de TI especializado responsável por implementar, disponibilizar, instalar, manter e gerir a infraestrutura, a equipe interna de tecnologia pode focar no desenvolvimento de soluções para a atividade principal do negócio, valorizando os recursos humanos da empresa.

Gostou desse artigo? Leia mais sobre o modelo de outsourcing de TI e saiba como essa opção pode ajudar a sua empresa a evitar a defasagem tecnológica e a manter seu parque computacional em melhoria contínua.

Assine nossa
newsletter

    Ebook
    do mês