Microcity

O que é o DaaS e quais os benefícios desta solução para a TI da sua empresa

O que é o DaaS e quais os benefícios desta solução para a TI da sua empresa

A solução de Dispositivo como Serviço (Daas) se refere ao modelo de terceirização da infraestrutura tecnológica da empresa com uma camada de serviço. Desta forma o negócio conta com equipamentos atualizados de acordo com sua necessidade e o apoio de suporte de especialistas que contribuirão para garantir a disponibilidade de TI na sua operação.

 

Os modelos de negócio atuais estão cada vez mais dependentes da tecnologia. Principalmente após 2020, a adoção do trabalho remoto, da computação em nuvem e das soluções tecnológicas para tarefas cotidianas é uma realidade crescente. E o Device as a Service ajuda a agregar valor, agilidade e segurança à TI da empresa.

Conhecido como DaaS, ou Dispositivo como Serviço, em português, essa solução é uma terceirização de hardware, software e gerenciamento dos equipamentos. Sua adoção permite rápida expansão do parque tecnológico e atualização e gerenciamento, sem a necessidade de grandes investimentos de uma só vez.

Para acabar com todas as suas dúvidas sobre o DaaS e como esse serviço pode ajudar a sua empresa a obter os melhores resultados de negócio com a infraestrutura de TI mais adequada, preparamos esse artigo com todas as informações sobre o Device as a Service.

O que é Dispositivo como Serviço?

O termo é um sinônimo do PC as a Service. O DaaS é o serviço de locação de dispositivos tecnológicos para a sua empresa. Diferente do leasing, não se trata de um financiamento, já que os dispositivos não se tornam propriedade da empresa.

O DaaS fornece à empresa todo o parque tecnológico necessário para suas atividades. Além disso, fornece, também, o gerenciamento de todo o ciclo de vida dos dispositivos. Dessa forma, é possível prever em contrato a substituição dos equipamentos ao final de sua vida útil, normalmente de 2 a 3 anos.

A contratação é feita em modelo de assinatura, especificando o pacote de dispositivos e serviços adicionais que estarão inclusos. Esse formato facilita muito a adequação do parque tecnológico da empresa em caso de expansão, redução da demanda ou, ainda, o ajuste para demandas pontuais e temporárias.

Essencialmente, o Device as a Service se diferencia do Desktop as a Service, apesar de ambos compartilharem a mesma sigla, DaaS. Enquanto o Dispositivo como Serviço provê à empresa todos os equipamentos demandados, o Desktop como Serviço foca no fornecimento de máquinas virtuais a serem instaladas em equipamentos próprios.

Existem, ainda, outros tipos de serviço que seguem o mesmo modelo, como a oferta de software (SaaS), infraestrutura (IaaS) ou Plataformas (PaaS).

Por que adotar o DaaS na sua empresa?

O DaaS tem se mostrado uma alternativa muito vantajosa para empresas de pequeno, médio e grande porte. Os benefícios podem ser vistos a curto e longo prazo e aparecem nas dimensões financeira, gerencial, tecnológica e humana.

A começar pelos gastos, o Dispositivo como Serviço proporciona uma redução de custos com a compra e manutenção de equipamentos, além de transformá-los em custos operacionais (Opex), em oposição ao Capex.

Esse modelo de serviço ainda aumenta consideravelmente o controle de gastos da TI, já que você sabe exatamente quanto vai gastar e não precisa se preocupar com gastos inesperados com reposições ou reparos emergenciais. O modelo de Daas também é flexível e pode ser adaptado de acordo com a demanda e a necessidade da empresa. 

Os equipamentos podem ter configurações específicas e serem montados de acordo com a necessidade de cada usuário e sua atividade profissional. Aqueles colaboradores que trabalham com softwares específicos que exigem mais do hardware, por exemplo, podem ter um equipamento com capacidade mais robusta para garantir mais qualidade e produtividade na execução de suas atividades.

Para a gestão de TI, o DaaS facilita e agiliza o gerenciamento do parque tecnológico. Uma equipe capacitada assume o gerenciamento do ciclo de vida dos equipamentos, mantendo uma infraestrutura disponível e atualizada para sua empresa produzir mais e melhor.

A solução permite contar com esse suporte especializado onde o equipamento estiver. Esse serviço é uma grande vantagem para as empresas que atuam com modelo de trabalho remoto, com colaboradores espalhados em diversas regiões do país. 

A atualização dos dispositivos também favorece outro aspecto importante, a segurança da informação. Hardwares e softwares atualizados são essenciais para garantir a proteção dos dados. Além da atualização, o Device as a Service normalmente inclui recursos e ferramentas de segurança.

Essas ferramentas incluem sistemas e políticas de segurança de dados e também recursos físicos, como monitoramento de localização de dispositivos e até políticas de backup e recuperação de dados. A sanitização dos HDs, por exemplo, garante que nenhuma informação corporativa vaze com o suporte ou devolução dos equipamentos.

Com o fornecedor responsável pelo gerenciamento dos equipamentos, é possível focar os esforços da equipe interna de TI no core business, potencializando a produtividade do time. A performance de profissionais de todas as áreas também tende a melhorar, já que os dispositivos são mantidos disponíveis e em seu melhor desempenho.

O modelo de DaaS ainda tende a ser mais sustentável, já que a empresa reduz seu consumo de eletrônicos e diminui os gastos com manutenção. A gestão mais inteligente dos equipamentos também reduz o consumo de energia e aproveita melhor os dispositivos durante toda sua vida útil.

Por fim, uma das grandes vantagens de se adotar o Dispositivo como Serviço é a flexibilidade alcançada. No caso de uma expansão, por exemplo, seu pacote contratado pode ser facilmente ajustado à nova demanda.

Para empresas que, após 2020, decidiram adotar o trabalho remoto em definitivo, o DaaS também facilita a adaptação dos equipamentos necessários para a execução das tarefas de qualquer profissional, onde quer que ele esteja.

Outsourcing e TI precisam fazer parte do planejamento da sua empresa

O que considerar ao adotar o DaaS?

Então você acredita que o Dispositivo como Serviço será uma boa solução para sua empresa. Por onde começar o processo de implementação do novo modelo?

Primeiramente, não é necessário trocar todo o parque tecnológico da empresa para a modalidade de locação. Um mapeamento e avaliação dos equipamentos já disponíveis é essencial para planejar a substituição e ampliação.

Os novos modelos de negócio buscam soluções simples, flexíveis, baratas e sustentáveis para dar suporte às suas atividades. Logo, um planejamento da transição para o DaaS prevê a gestão do ciclo de vida dos dispositivos já existentes na empresa, aproveitando o que ainda apresenta bom desempenho.

Com a transição, a adoção da computação em nuvem e outras soluções que facilitam a mobilidade também tendem a acontecer. Ambientes abarrotados de máquinas, com profissionais presos a estações de trabalho físicas e a burocracias analógicas estão se tornando obsoletos e dando lugar a soluções simples e ágeis, processos automatizados e trabalho remoto.

O DaaS fortalece essa nova mentalidade corporativa e abre espaço para soluções mais eficientes e conectadas às tendências do mercado.

Um parceiro de TI confiável e inovador é capaz de oferecer não apenas os dispositivos demandados para realizar as atividades da sua empresa e seu gerenciamento, mas também, a tranquilidade e segurança de manter o seu negócio sempre pronto para entregar os melhores resultados.

Gostou desse artigo? Fale com nossos consultores e saiba como podemos ajudar a sua empresa a atualizar o seu parque de TI.

Locação de computadores? Procure o líder nacional em PCaaS

Assine nossa
newsletter

    Ebook
    do mês