Fale com um consultor Fale com consultor
Microcity

Carreira em TI: Quais os desafios e tendências para o mercado de trabalho em 2022?

Carreira em TI: Quais os desafios e tendências para o mercado de trabalho em 2022?

A carreira de TI oferece muitas oportunidades para os profissionais. As empresas estão se desenvolvendo cada vez mais nesse setor e o mercado está aquecido e em busca de mão de obra qualificada.

 

O mercado está repleto de boas oportunidades para quem deseja alavancar sua carreira em TI. A afirmação não é feita de forma gratuita: consultorias especializadas indicam que o setor está em alta e recebe cada vez mais investimentos.

Esse crescimento na área de TI nos últimos anos se deve a diversos fatores. Além do desejo das empresas em aumentar sua competitividade, eficiência e relevância por meio da transformação digital, circunstâncias como as provocadas pela pandemia mundial de covid-19 desencadearam a necessidade de diversas atualizações digitais nas empresas.

Diante do desafio das mudanças em alta velocidade, é intensa a busca por empresas parceiras especializadas e por profissionais altamente capacitados. Com o aumento da complexidade das tecnologias adotadas, a área de TI está em alta.

Carreira em TI: Quais os desafios e tendências para o mercado de trabalho em 2022?

Para você conhecer 5 das carreiras mais promissoras da área de TI e as competências e habilidades valorizadas pelo mercado, preparamos este artigo com os principais desafios e tendências para o mercado de trabalho em 2022. Acompanhe!

Por que agora é o momento do setor de tecnologia da informação?

A revolução chegou, e não está restrita a determinados setores da economia. Do cultivo da terra à área de serviços, a tecnologia tem sido vista pelo mercado como oportunidade. Aumentando a produção, com melhor custo-benefício e produtos com qualidade superior, além de melhorias duradouras e significativas.

O resultado dessa disposição é uma maior demanda no mundo tecnológico, o que resulta no aquecimento da economia. De acordo com a Associação de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação e de Tecnologias Digitais (Brasscom), 69 mil novos postos de trabalho foram criados apenas nos quatro primeiros meses de 2021, ultrapassando o saldo de todo o ano de 2020.

Por que agora é o momento do setor de tecnologia da informação?

Mesmo com todas as consequências sofridas pela economia mundial devido à covid-19, o setor de TI se mantém em expansão. E essa tendência é compreensível, já que as soluções tecnológicas são, de certa forma, responsáveis pelas mudanças que possibilitaram grande parte das atividades econômicas se manterem em funcionamento em períodos de isolamento social e lockdown.

As áreas em alta refletem as tendências dos últimos anos e incluem inteligência artificial, segurança da informação, Big Data e analytics, computação em nuvem e internet das coisas. O esforço das empresas é claro: sair do analógico e apostar na transformação digital.

E para digitalizar, é preciso deixar para trás o modelo de negócio tradicional e adotar uma visão “digital-first”, em que todos os processos e operações são planejadas desde o projeto levando em consideração as soluções tecnológicas.

Essa visão é o que diferencia uma empresa que “adapta seus processos” de uma empresa que se transforma digitalmente. Para transformar com sucesso, a tecnologia deixou de ser uma área de suporte para ganhar o status de estratégica dentro do negócio.

Por que agora é o momento do setor de tecnologia da informação?

Parte importante de operações, processos rotineiros e da tomada de decisão de executivos, a TI integra todas as áreas da empresa. E é com essa ampla gama de possibilidades que a carreira em TI é, hoje, uma das mais promissoras do mercado de trabalho, sem precedentes.

Quais foram os impactos da pandemia nas tendências de carreira em TI?

A demanda por tecnologias que garantissem a manutenção das atividades da organização durante a pandemia foi um salto nas demandas do setor. Mas além do crescimento, alguns recursos tecnológicos em especial ganharam destaque.

Esse é o caso das tecnologias relacionadas ao aumento da mobilidade das empresas e à automação dos processos. Enquanto o primeiro tópico possibilitou com que equipes adotassem o trabalho remoto e cumprissem o isolamento social, o segundo ajudou a manter as operações de máquinas e implantar serviços de autoatendimento, reduzindo o contato entre as pessoas.

E como indicam as tendências para os próximos anos apresentadas pelo Instituto Gartner, como Inteligência Artificial avançada, nuvem, hiper automação, e trabalho híbrido, o foco na mobilidade se mantém, unido à necessidade de tornar operações e processos mais eficientes, ágeis e seguros.

Quais foram os impactos da pandemia nas tendências de carreira em TI?

Se você tem a intenção de desenvolver uma carreira em TI de sucesso, manter a atenção nessas tendências é fundamental tanto para escolher quais caminhos seguir quanto para se atualizar do futuro do setor.

O que a área de tecnologia necessita?

Se, por um lado, o setor de tecnologia conta com grande potencial e diversas oportunidades em aberto, por outro, ainda é difícil encontrar mão de obra qualificada. Segundo a Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex), o país pode sofrer com déficit de até 408 mil profissionais da área em 2022.

Para preencher as vagas, faltam brasileiros qualificados, que entendam os desafios da indústria 4.0 e saibam como incluir a inovação no ambiente de trabalho. Além do conhecimento técnico necessário, o setor de TI precisa de profissionais com habilidades diferenciadas para prosperar e se destacar.

As pessoas que se destacam no mercado da tecnologia hoje, e são disputadas pelas melhores empresas para se trabalhar, apresentam capacidades como:

  • Foco na solução de problemas;
  • Colaboratividade e relacionamento interpessoal;
  • Adaptabilidade;
  • Pensamento analítico;
  • Gestão de projetos;
  • Criatividade e pensamento inovador;
  • Domínio do segundo (talvez terceiro) idioma;
  • Entre outros.

Ou seja, o mercado de trabalho de TI já não busca apenas profissionais com grande conhecimento técnico. É preciso se adaptar à cultura organizacional, ser colaborativo com a equipe, entender o contexto e o impacto de seu trabalho para o negócio, e ter uma atitude empreendedora.

Quais são as diferenças entre os cursos de Tecnologia da Informação e Gestão de TI

Os cursos de Gestão de TI e Tecnologia da Informação são duas opções muito procuradas por quem deseja investir na carreira em TI. Eles têm diferenças sutis que dizem bastante sobre as possibilidades de atuação do profissional:

  • No curso de TI, o aluno adquire conhecimento sobre sistemas da informação (aplicativos e softwares), infraestrutura informatizada, além da formação nas áreas de banco de dados, modelagens de processos e desenvolvimento de software.
  • Já o curso de Gestão de TI, é um mix das áreas de gestão e informática. Nesse caso, o aluno aprende sobre a administração dos softwares, hardwares, bancos de dados, melhoria e otimização dos processos, buscando soluções para a empresa elevando sua produtividade, dos colaboradores e qualidade dos serviços.

Além desses cursos, existem outros, como Engenharia da Computação, Sistemas da Informação, Análise de Dados, Ciência da Computação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, que contemplam a área de TI.

Qual é o perfil do profissional de TI?

Se você pensou em um jovem de óculos, pálido de ficar sempre fechado em um quarto e meio desajeitado com as pessoas, pode deletar de vez essa imagem da sua mente. Com a TI adquirindo um papel cada vez mais estratégico nas empresas, o profissional de TI precisa corresponder a essa expectativa.

Qual é o perfil do profissional de TI?

Para começar, o mercado de trabalho de TI vem se diversificando e cada vez mais mulheres, negros e outros grupos minoritários ocupam cargos de alta competência, criando um ambiente heterogêneo, rico em visões de mundo variadas e ainda mais fértil para a criatividade e a inovação.

Os profissionais, por sua vez, são pessoas que compreendem que, muito além de dominar linguagens e deter conhecimento técnico, saber lidar com as pessoas proporciona um bom entrosamento da equipe, processos mais eficientes, maior produtividade e resultados melhores.

Os profissionais de TI do futuro buscam aprimorar suas soft skills, principalmente aquelas voltadas para as relações interpessoais e gestão executiva. Além disso, têm alta capacidade de adaptar-se às mudanças, não perdem sua curiosidade e mantêm um pensamento analítico.

Por fim, ainda que sua intenção não seja o caminho gerencial, é importante desenvolver sua visão de negócios, e capacidade de gestão de projetos. Isso porque, a posição estratégica que a TI ocupa em uma organização demanda que toda a equipe de TI adote uma visão ampla e complexa do negócio para desenvolver soluções integradas, eficientes e inovadoras.

Quais são as possíveis áreas de atuação do profissional de TI?

Quando o assunto é salário, segundo a revista Exame, cinco das áreas mais promissoras para profissionais de TI já com formação superior são:

  • Especialista em Segurança da Informação (entre R$15 e R$20 mil);
  • Desenvolvedor (entre R$2 e R$14 mil));
  • Gerente de TI (entre R$ 15 e R$30 mil);
  • DPO (Data Protect Officer) (entre R$20 e R$30 mil);
  • Especialista em UX (entre R$5 e R$ 12 mil).

Para além do retorno financeiro, algumas tecnologias emergentes também apontam para a direção que o olhar atento de profissionais de sucesso deve seguir.

 Quais são as possíveis áreas de atuação do profissional de TI?

As áreas relacionadas à computação em nuvem são indicadas por muitos como inevitavelmente promissoras. Isso porque a nuvem representa mobilidade, escalabilidade, flexibilidade e segurança, fatores importantes para o desenvolvimento de um negócio.

Dentro dessa grande e importante área, é possível atuar com desenvolvimento, segurança, suporte, entre outras especialidades. Além da cloud, áreas relacionadas a dados e segurança da informação também estão em alta no mercado e têm escassez de profissionais qualificados e experientes.

São múltiplas as possibilidades para quem está interessado em investir no setor de tecnologia. Para contribuir nessa empreitada, trouxemos algumas informações úteis sobre 5 carreiras na área.

Especialista em segurança da informação

Toda empresa que está presente no mundo digital também deve se preocupar em garantir o correto tratamento e proteção de suas informações, bem como as de seus clientes. Essa área se tornou ainda mais relevante com a consolidação das legislações de proteção de dados.

Para ajudar o negócio nesse propósito, o especialista em segurança da informação é responsável por zelar pela proteção dos ativos da empresa. Sua atuação é vital, pois garante a troca de dados no ambiente virtual e previne o vazamento de dados e informações estratégicas.

O profissional que se destaca nessa área é atento às tendências da tecnologia – que podem resultar em novas ameaças – e está sempre em busca do melhor método para evitar fraudes.

Desenvolvedor de software

Criar programas, aplicativos, sistemas e outras soluções adequadas à realidade do cliente é a principal tarefa desse profissional. É possível se especializar em uma linguagem, como Python, Java ou .NET, focar na automação robótica de processos (RPA) ou se tornar um full-stack developer, uma função mais generalista bem popular no Brasil.

Quais são as possíveis áreas de atuação do profissional de TI?

Para se dar bem, é preciso conhecer a fundo a realidade da empresa demandante, ter senso de estética, dominar ferramentas de design e entender sobre marketing digital, principalmente se a empresa busca gerar leads.

Gerente de TI

O cargo de gerente de TI é para quem quer seguir um perfil mais gerencial em seu plano de carreira em TI. Além de conduzir os projetos, organizar e revisar processos e gerenciar suas equipes de trabalho, essa pessoa é responsável por identificar oportunidades de aplicação de novas tecnologias nos processos internos.

Com a crescente adoção do outsourcing de TI, a carreira gerencial ganha ainda mais relevância, dada a necessidade de gerir, além da equipe interna, os fornecedores de soluções de TI para a empresa.

O sucesso de gerentes de TI não depende apenas de um sólido conhecimento nas subáreas de tecnologia. As metodologias ágeis são essenciais para um bom trabalho e certificações são um diferencial.

DPO

Data Protect Officer é a pessoa encarregada de gerir e avaliar os dados da empresa, desde sua coleta até o tratamento das informações, garantindo sua proteção e veracidade. Também é comum estar associada ao cargo a interlocução com órgãos regulatórios, exigindo do profissional boa comunicação e capacidade de se relacionar com diferentes níveis hierárquicos, como autoridades e analistas de dados.

Quais são as possíveis áreas de atuação do profissional de TI?

Esse é um cargo ainda novo, em processo de maturação no mercado, mas apresenta grande importância para a empresa, visto o crescimento da importância de se garantir a compliance em TI. Profissionais de destaque têm uma visão interdisciplinar, englobando governança de tecnologia, segurança da informação e cibersegurança.

Especialista em UX

Uma das grandes mudanças no modelo de negócio das empresas que amadurecem digitalmente é o foco na experiência do cliente. E para isso, cresceu a demanda por profissionais capazes de desenvolver a melhor combinação de elementos visuais, para que a interação e experiência do usuário com um produto ou serviço tenham um impacto positivo.

O desafio desse profissional também é grande, pois a pessoa precisa estar atenta às demandas de mercado, ao comportamento do usuário e às tendências. Dominando a análise de Big Data, profissionais de sucesso avaliam e mensuram a experiência do consumidor, navegação do usuário, entre outros, para desenvolver as melhores soluções.

O que é necessário para obter sucesso na área de TI?

Como em qualquer outra área profissional, para obter sucesso na área de TI será necessário muito estudo e dedicação. E pela sua natureza dinâmica e veloz, é, sem dúvida, uma carreira que demanda atualização constante e um certo autodidatismo.

Entre as dicas para sair à frente na sua carreira em TI, reforçamos:

  • Estude as novas tecnologias, até porque novas descobertas são feitas a todo momento;
  • Busque certificações. É muito importante adquirir conhecimento de qualquer forma, mas para um bom plano de carreira em TI, a certificação é um grande diferencial.
  • Ter conhecimento em inglês é fundamental para conseguir acompanhar as novidades e desenvolver o seu trabalho tranquilamente.
  • Mantenha sua curiosidade aguçada sobre assuntos diversos, ampliando sua visão de mundo e seu repertório. Esse é um dos segredos para mentes criativas e inovadoras.
  • Crie oportunidades para adquirir experiência. Projetos próprios são uma ótima maneira de aprender e demonstrar suas habilidades para recrutadores, ainda que você esteja começando.
  • Saiba qual tipo de profissional você quer ser, o Especialista ou o Generalista. Como o próprio nome diz, o Especialista busca mais conhecimento em uma área específica, enquanto o Generalista adquire conhecimento sobre todas as áreas.
    Nos dois casos, há prós e contras. Portanto, a dica é manter o foco caso queira se aperfeiçoar em algum setor em específico, mas sem esquecer de dar atenção para as outras áreas.

Na maioria dos casos, a porta de entrada para uma carreira em TI é a formação em engenharia da computação, tecnologia da informação, matemática ou outros cursos semelhantes. No entanto, como se trata de uma área em constante evolução e crescimento, as novidades surgem a todo momento.

O que é necessário para obter sucesso na área de TI?

Sua escolha deve ser feita a partir da análise das opções, das suas expectativas de futuro e das tendências do mercado. O importante é fazer valer toda oportunidade de adquirir conhecimento e experiências, agregando valor à sua jornada.

Para contribuir na definição do que vale investir tempo e recurso financeiro, um caminho possível é apostar na garantia de certificações que estejam alinhadas aos interesses do candidato a uma vaga. A estratégia pode garantir mais credibilidade ao currículo e destacar o profissional diante de um cenário marcado pela alta competitividade.

Por fim, lembre-se da importância de desenvolver suas soft skills, pois são elas que diferenciam profissionais competentes porém medianos de profissionais de destaque e sucesso em uma carreira em TI.

Gostou desse conteúdo? Saiba mais sobre as habilidades de TI que os profissionais mais desejados do mercado possuem e como desenvolvê-las para alcançar seu sucesso profissional.

Assine nossa
newsletter

    Eu aceito receber mensagens e comunicações desta empresa
    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade

    Ebook
    do mês

      Eu aceito receber mensagens e comunicações desta empresa
      Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade